Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Tiara (2018)

Álbum de Seventh Wonder

Acessos: 678


8 anos se foram, mas continuam maravilhosos!

Por: João Paulo

01/11/2018

Francamente, eu estou pra ver algum fã de metal progressivo que não admire, nem que seja uma obra, da Seventh Wonder. Mesmo quem conhece a banda depois de Tommy Karevik assumir o posto de vocalista da Kamelot, passa a apreciar alguma coisa que o Seventh Wonder apresenta. Acho que é inevitável. 

O último lançamento dos caras foi em 2010, o ótimo álbum "The Great Escape". Confesso que comecei a pensar que a banda tinha acabado, mas, pra minha alegria, no decorrer deste ano começou a aparecer novidades, em Abril eles divulgaram a capa do próximo álbum, "Tiara", e eu fiquei maravilhado.  

Pois bem, "Tiara" foi lançado em 12 de Outubro, mas, tivemos ótimas prévias antecipadamente, "Victorius" foi divulgado dia 11 de Abril, juntamente com a capa do álbum, dia 18 de Maio liberaram, "Tiara's Song", juntamente com um vídeo clipe oficial, e em 7 de Setembro divulgaram "The Everones".Gosto muito quando as bandas fazem isso, nos ajudam a controlar os níveis de ansiedade.

"Tiara" foi gravado e produzido pela própria banda, e é o primeiro disco com o novo baterista Stefan Nogren, e conta, mais uma vez, com a participação da irmã de Karevik, Jenny Karevik, aliás, dona de uma bela voz. 

E se você, que está lendo essa resenha, assim como eu, ficou na dúvida se "Tiara" tinha alguma ligação com o enredo de "The Great Escape", o próprio Stefan Nogren, explica em uma entrevista para a Lyrical Spell Magazine: (...) "Como muitos dos nossos fãs instantaneamente viram, há uma conexão entre este e o 'The Great Escape', sim. Eu não vou dizer que é uma continuação, mas pode ser ... para alguns ouvintes. Conta a história de um planeta e de uma humanidade em queda livre. Estamos vivendo muito além de nossos meios e destruindo o mundo com nosso estilo de vida. Uma presença externa superior nos chama a atenção, nos derrota. A salvação só pode vir da única coisa inocente e pura deixada neste lugar. Uma criança pequena, "Tiara". Ela pode nos salvar? Quem sabe. O que eu amo sobre este conceito é quão habilmente Andreas B. e Tommy têm multi-camadas da história. Para alguns, será uma história de ficção científica, para outros, isso será muito mais sobre uma jornada interior ou uma reflexão sobre o conceito de humanidade." Vale ressaltar que tudo foi concebido por Tommy Karevik e Andreas B. 

Quanto as faixas, bom, é o Seventh Wonder, está tudo aqui, tenho que destacar o álbum como um todo, "Arrival" abre as portas para "The Everones" de forma magnífica e poderosa, já mostrando o Tommy espetacular de sempre, teatral, intenso, com aquela cozinha que remete aos álbuns anteriores. "Dream Machines", "Against The Grain" e "Victorious" cumprem muito bem o seu papel, das faixas 6-8 temos a maravilhosa saga Farewell, e embora "Tiara's Song" seja maravilhosa, a terceira parte foi a que me desestruturou, "Beyond Today" foi uma das coisas mais belas que eu escutei esse ano, uma balada extremamente emocionante, com uma interpretação de Karevik que eu não consigo nem explicar, só ouvindo mesmo pra saber e sentir. Na segunda parte destaco "By The Light Of The Funeral Pyres" pesada e sombria, com alguns momentos quase power, "Damnation Below", mais um ponto alto do disco, e fechando maravilhosamente bem, "Exhale", a faixa mais longa do disco, que traz tudo de melhor que existe na Seventh Wonder.  

"Tiara" nasceu, e nem parece que faz 8 anos que os caras não lançam nada novo, a química está tão boa quanto antes. 

Para amantes de metal progressivo eu afirmo que essa é uma obra imperdível, com certeza, um dos grandes lançamentos do ano. Confiram! 

Tiara
Frontiers Records
1. Arrival	
2. The Everones	
3. Dream Machines	
4. Against The Grain	
5. Victorious	
6. Tiara's Song (Farewell Pt. 1)	
7. Goodnight (Farewell Pt. 2)	
8. Beyond Today (Farewell Pt. 3)	
9. The Truth	
10. By The Light Of The Funeral Pyres	
11. Damnation Below	
12. Procession	
13. Exhale

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.