Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Mammoth WVH (2021)

Álbum de Mammoth WVH

Acessos: 66


Talento que corre nas veias

Por: André Luiz Paiz

15/07/2021

É óbvio que cheguei até o primeiro disco do Mammoth WVH por se tratar de Wolfgang Van Halen, filho do inesquecível Eddie Van Halen. Batizado em homenagem à primeira banda do pai, o que temos aqui é a constatação de que WVH também se tornou um grande músico.

Com boa parte do material sendo registrado no estúdio 5150, que deu vida à obras inesquecíveis do Van Halen, e também em seu "415 Studio", Wolfgang fez bonito ao fazer praticamente tudo. Sim, o resultado aqui é de um exército de um homem só. Tirando a produção de Michael Baskette, o filho de Eddie foi além do baixo e gravou todos os instrumentos e vocais, e com muita competência.

É complicado fazer uma crítica dos álbuns lançados por filhos de artistas lendários como foi Eddie Van Halen. As comparações são iminentes e acabam de certa forma sendo injustas, já que não existe receita para que um artista transcenda a sua profissão, neste caso, a música, fazendo algo que resistirá a passagem do tempo e cravará seu nome na história. Obviamente, "Mammoth WVH" não é um destes casos, mas é sim um belo disco. E antes mesmo que você pense que Wolfgang tentou soar igual ao pai, digo já que é praticamente o contrário disso.

Wolfgang trouxe um compilado de suas influências neste disco de estreia. Nascido nos anos 90, cresceu ao som do grunge e mergulhou no rock alternativo da década seguinte, trazendo uma boa mistura destes estilos e um pouco de hard rock. Tudo bem melódico, acessível e soando muito bem. Um detalhe negativo é que trata-se de um disco muito longo, com 14 faixas se contarmos a bônus "Distance". Um disco com uma hora de duração e muito material para ser digerido. Porém, o resultado é extremamente positivo e tem muita música boa aqui.

Faixas de destaque: A pesada "Don't Back Down", a pegajosa "Horribly Right" e as melódicas e acessíveis "Epiphany", "Resolve", "Think It Over" e "Distance". Pela ousadia, vale também citar "Stone" e "Mammoth".

Um disco longo, porém equilibrado e muito competente. Deixando as comparações e injustiças de lado, se você curte os estilos musicais abordados aqui, certamente irá se divertir.

Tracklist:
Mr. Ed	
Horribly Right	
Epiphany	
Don't Back Down	
Resolve	
You'll Be The One	
Mammoth	
Circles	
The Big Picture	
Think It Over	
You're To Blame	
Feel	
Stone	
Distance

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.