Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Once Upon A Time (1985)

Álbum de Simple Minds

Acessos: 111


Quando o Simple Minds dominou o ano de 1985!

Por: alexmachad

25/05/2021

Esse grande álbum da banda escocesa Simple Minds foi lançado em 1985 e produzido por Jimmy lovine. Por incrível que pareça o álbum anterior de 1984 que o Steve Lillywhite produziu (Sparkle in the Rain) e deixou a banda canadense Rush na mão quando a banda ia gravar o álbum Grace Under Pressure (essa história está na resenha desse álbum) e o Rush teve que às pressas contratar o Peter Henderson (tem a história dele na resenha do Supertramp, no álbum de 1979), o Steve Lillywhite não conseguiu tanto êxito como nesse álbum do Simple Minds produzido pelo Jimmy lovine. Nesse álbum, a banda conseguiu chegar ao topo e com músicas de qualidade.

Um destaque é a qualidade da gravação desse álbum, que foi muito bem gravado e mixado, principalmente em relação à guitarra que ficou bem destacada e voz de Jim Kerr que ganhou evidência na medida certa nas músicas.

Os destaques desse álbum são: "All The Things She Said", que tem um riff de guitarra muito bom do guitarrista Charles Burchill; "Alive And Kicking", que é um clássico da banda e fez muito sucesso; “Ghost Dancing", que a tem um ótimo riff de guitarra do Charles Burchill, junto com a voz inconfundível do vocalista Jim Kerr; "Sanctify Yourself" e "Once Upon A Time".

Esse é um clássico dos anos 80 e infelizmente é um álbum um pouco esquecido pelos ouvintes.

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.