Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Head First (1983)

Álbum de Uriah Heep

Acessos: 86


Mirando as rádios

Por: André Luiz Paiz

29/03/2021

Após o ótimo e interessante "Abominog", disco que iniciou uma nova fase (mais uma) para a banda, o Uriah Heep provavelmente deduziu que poderia chegar mais longe com a abordagem mais acessível e melódica utilizada. E assim surgiu "Head First", um disco que tenta trazer pop, aor, glam, rock, derrapando em praticamente tudo.

O segundo disco com o competente vocalista Peter Goalby nos vocais mostra uma banda de certa forma perdida, tentando acompanhar uma tendência radiofônica mesmo sem que essa proposta fizesse parte da sua natureza. Usaram até uma canção de um dos rockstars do momento, Bryan Adams, para tentar alavancar a coisa. "Lonely Nights" ficou bem legal, mas sem qualquer sentido a não ser esta proposta que citei. Embora a banda tenha trabalhado ativamente em conjunto nas demais canções, infelizmente pouca coisa funcionou.

"The Other Side of Midnight" é um AOR bacana, mas "Stay on Top", de Tom Jackson, coloca a banda próxima do new wave, gerando uma desconexão completa. "Sweet Talk" é outra que vai praticamente na mesma direção, e "Love is Blind" (Richie Zito, Joey Carbone) mostra como o disco também ficou devendo na produção.
Seguindo adiante, "Roll-Overture" é uma abertura totalmente sem sentido para "Red Lights", que tem uma pegada moderna e mais rocker, se destacando quando comparada com as demais. "Rollin' the Rock" também eleva o nível, com uma proposta mais glam no refrão e novamente realçando as guitarras ao lado dos sintetizadores. "Straight Through the Heart" é outro bom momento, e "Weekend Warriors" é a única que traz um resquício do que foi o Uriah no passado. É tão surpreendente vê-la aqui que até soa como uma faixa bônus, mas é obviamente uma das melhores do disco.

Pouco depois do lançamento de "Head First", Bob Daisley deixou o grupo para se aventurar ao lado de Ozzy Osbourne. Com isso, Trevor Bolder retornou e ficou com a banda até o final da sua carreira, quando faleceu em 2013.

Infelizmente, "Head First" está bem na parte de baixo do ranking dos melhores discos do Uriah Heep. É... para as bandas que explodiram nos anos 70, a década seguinte não foi fácil.

Tracklist:
A1		The Other Side Of Midnight	3:56
A2		Stay On Top	3:37
A3		Lonely Nights	4:07
A4		Sweet Talk	3:52
A5		Love Is Blind	3:40
B1		Roll-Overture	2:18
B2		Red Lights	2:59
B3		Rollin' The Rock	5:36
B4		Straight Through The Heart	3:29
B5		Weekend Warriors	3:50

Banda:
Peter Goalby – vocals
Mick Box – guitars, vocals
John Sinclair – keyboards, synthesizer, vocals
Bob Daisley – bass
Lee Kerslake – drums, percussion, vocals

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.