Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Chez Kane (2021)

Álbum de Chez Kane

Acessos: 86


Nascida nos anos 90 e banhada no AOR oitentista

Por: André Luiz Paiz

25/03/2021

A cantora britânica Chez Kane surgiu como aposta da Frontiers após uma conversa da gravadora com Danny Rexon (Crazy Lixx) sobre uma possível aposta em novos talentos. Kane também é membra do grupo Kane'd, do qual lidera aos lado de suas duas irmãs. Com seu evidente potencial nos vídeos lançados pelo grupo, Danny se empolgou com a possibilidade de resgatar o AOR oitentista na voz feminina, principalmente após descobrir que ambos compartilhavam o mesmo gosto.

E assim começou a parceria, com Danny trabalhando nas faixas e Kane participando ativamente. Como resultado, temos um disco que faz jus à proposta, mas mistura algo moderno, principalmente por conta da produção. É clichê, mas com resultado positivo, e a garota realmente tem um belo vocal.

Muitos teclados, corais e linhas de guitarras excelentes, além dos óbvios refrãos extremamente melódicos. Se você gosta destes itens no menu, confira mais esta novidade e divirta-se com momentos de pura nostalgia. Fãs de Lee Aaron, Vixen e Lita Ford não se decepcionarão.

Faixas de destaque: A bela faixa de abertura "Better Than Love", "All Of IT" - bem glam -, "Ball n' Chain" e a bela faixa de encerramento "Dead End Street".

Faixas: 1 - Better Than Love 2 - All Of It 3 - Rocket On The Radio 4 - Get It On 5 - Too Late For Love 6 - Defender Of The Heart 7 - Ball N' Chain 8 - Midnight Rendezvous 9 - Die In The Name Of Love 10 - Dead End Street

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.