Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Te Adorando pelo Avesso (2020)

Álbum de Illy

Acessos: 107


Illy dribla a tentação do ‘mais do mesmo’ com hits de Elis

Por: João Pedro Feza

22/03/2021

O novo sempre vem. Ainda bem. E mesmo quando pega carona no passado, pode – e deve – impor sua própria velocidade. A cantora baiana Illy chegou lá. Fez um disco inteiro com hits eternizados por Elis Regina, mas passou longe do cover.

O trabalho, batizado de “Te Adorando pelo Avesso”, apresenta 12 regravações muito bem vestidas por um pop de personalidade e bom gosto.  

Para se ter uma ideia, a sagrada e imexível “Como Nossos Pais” virou meio que um pululante... ska! E, antes que você torça o nariz, abra os ouvidos: ficou bom.

Já “Fascinação” ganhou um ritmo desses para acompanhar batendo os dedos na mesa. A introdução lembra o Los Hermanos de "Corre Corre", inédita mais recente da banda.

A voz funda de Baco Exu do Blues surge em “Me Deixas Louca” num disco cuja abertura fica por conta de uma releitura diferente/convincente de “Alô Alô Marciano”. 

O instrumental todo rivaliza com a envolvente e afinada voz de Illy como grande destaque da proposta toda. 

Detalhe: o título do álbum foi tirado de uma frase de “Atrás da Porta”, também presente aqui em clima de jazz de fim de noite – com participação de Silva. A dividir áudios e espaço com outros clássicos, como “Dois Para Lá, Dois Pra Cá” e “O Trem Azul”. 

Atrás da porta de Illy tem um banquete musical que vale a pena ser saboreado sem moderação. Até porque moderação não era, de fato, uma das marcas de Elis, a homenageada. Nem parece ser da versátil Illy. 

Viva as duas!

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.