Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Strange Highways (1993)

Álbum de Dio

Acessos: 253


Trafegando por rodovias realmente estranhas

Por: André Luiz Paiz

26/01/2021

Após a reunião com o Black Sabbath para gravação de "Dehumanizer", mais um desentendimento rolou e Dio pulou fora outra vez, levando consigo o baterista Vinny Appice. Com algumas ideias para canções de um futuro álbum com o Sabbath e que acabou não acontecendo, "Strange Highways" veio ao mundo com uma sonoridade bem diferente dos trabalhos anteriores.

Sabe quando você compra os melhores ingredientes, coloca um belo esforço na execução da receita e o bolo não cresce? Então, foi mais ou menos isso o que aconteceu aqui. Temos uma bela produção, um disco extremamente pesado e Dio cantando maravilhosa - e agressiva - mente. Porém, acabou sendo meio desconsiderado pelos fãs pelo distanciamento dos seus primeiros álbuns e também pela falta de momentos individuais marcantes e mais melódicos. Há um pouco da pegada de "Dehumanizer" aqui, mas talvez tenha faltado aquela pitada especial de Tony Iommi.

São onze faixas e "Jesus Mary & The Holy Ghost" começa quebrando tudo, com um belo e pesado riff. "Firehead" soa meio perdida pra mim e a faixa que leva o título do álbum traz um pouco do cadenciado e sombrio do Sabbath setentista. "Hollywood Black" quase entrou em "Dehumanizer" e é uma das melhores. Porém, ao chegarmos em "Give Her The Gun", balada muito boa, dá até um certo alívio, pois passamos por três outras faixas bem parecidas em termos estruturais: "Evilution", "Pain" e "One Foot In The Grave". Ainda bem que "Blood From A Stone" e "Here's To You", a que mais lembra o período "Sacred Heart" e "The Last In Line", elevam novamente o trabalho. Por fim, o disco é finalizado com "Bring Down The Rain", que não é espetacular, mas não compromete.

O disco traz também a produção de Mike Fraser e é o primeiro a contar com o massacrado guitarrista mexicano Tracy G. Completando a cozinha, temos também Jeff Pilson, que ficou com o baixo após um quase retorno de Jimmy Bain.

Não está entre os melhores de Dio, mas vale pelo peso, produção e pela performance vocal do baixinho.

Tracklist:
Jesus, Mary & The Holy Ghost	4:14
Firehead	4:07
Strange Highways	6:54
Hollywood Black	5:09
Evilution	5:38
Pain	4:13
One Foot In The Grave	4:03
Give Her The Gun	6:00
Blood From A Stone	4:15
Here's To You	3:24
Bring Down The Rain	5:46

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.