Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Origin Of Species (2019)

Álbum de DarWin

Acessos: 103


Uma viagem ao futuro da humanidade

Por: André Luiz Paiz

04/01/2021

E cá estamos nós novamente com um projeto de rock progressivo que explora as ideias ao redor do futuro da humanidade. Pode parecer clichê, mas é de fato um assunto curioso, principalmente se considerarmos o que o homem é capaz de fazer e que o nosso futuro pode ser comprometido bem antes do curso natural das coisas, simplesmente pela sua ambição por poder e controle.

DarWin é um guitarrista, compositor e produtor, além de líder deste projeto homônimo e que tem exclusivamente esta temática futurista. E para nos assustar ainda mais, suas previsões são datadas para apenas dez anos no futuro. Com o disco lançado em 2018, estamos falando de 2028. Ao seu lado também como produtor, o grande e versátil baterista Simon Phillips, que já tocou com diversas bandas de diferente estilos como Toto e Judas Priest. Fechando o time, recrutaram o vocalista e baixista Matt Bissonette, que também tem uma considerável lista de contribuições, David Lee Roth, Joe Satriani, Rick Springfield, etc. Mas não é só isso, já que algumas participações de convidados também chamam a atenção. Greg Howe, Billy Sheehan, Derek Sherinian, são algumas delas.

Um disco duplo, com sete faixas na primeira metade e mais dez na segunda. O principal destaque aqui é a temática lírica, muito alinhada com o instrumental. Não é um disco de progressivo virtuoso e há poucas repetições de temas. As canções não são tão longas e o disco soa em muitos momentos como um disco de hard rock, principalmente por alguns riffs mais pesados que encontramos por aqui. Mas é muito interessante, principalmente pelo imprevisível, quando surge uma linha de teclados inesperada - e muito bem feita. Aliás, Simon Phillips é responsável por muitas delas, além da bateria. A produção é simplesmente perfeita, cristalina e agradável. Um disco que flui muito bem, apesar de sua extensão. Não é um álbum de hits, nem um álbum épico, é simplesmente um disco agradável, muito bem executado e que agradará até os que não são fãs do estilo progressivo.

Faixas de destaque: "Escape The Maze", "Forever", "War Against My Mind", "One Horizon" - bem na linha Toto, "Life Is A Mistery" e "Just One More Day", com belo vocal de Robbie Wyckoff. Mas, como todo álbum conceitual, o trabalho cresce na audição completa.

Dica: coloque para tocar, acompanhe as letras pelo site do projeto e curta sem moderação. O disco vai crescendo e ficando cada vez mais interessante. Aproveite também para navegar pelo conteúdo visual oferecido no site do projeto, com vídeos e artes que contextualizam a obra.

Ficha técnica:

TRACK LISTING
Disc One:
01. For Humanity (4:08)
02. The Last Chance (5:42)
03. Taking Chances (4:42)
04. Escape the Maze (7:25)
05. WalK Away From The Earth (4:45)
06. Gummy Bear (5:13)
07. Forever (5:44)

Time – 37:39

Disc Two:
01. War Against My Mind (4:44)
02. Artificial (4:45)
03. One Horizon (5:14)
04. Modern Insanity (5:26)
05. Cosmic Rays (4:50)
06. Life Is A Mystery (4:20)
07. Slowly Melting (3:57)
08. Rise (4:54)
09. Just One More Day (3:23)
10. Prologue – For Humanity (5:28)

Time – 47:01

Total Time 84:33

MUSICIANS
DarWin – Guitar, Music & Lyrics, Production
Matt Bissonette – Bass, Lead & Backing Vocals 
Simon Phillips – Drums, Keyboards, Percussion, Loops, Sounds, Production, Engineering, Mixing
Greg Howe – Guitar (tracks 1.4, 2.1, 2.2, 2.3 & 2.8)
Amy Keys – Backing Vocals (track 2.5)
Ernest Tibbs – Bass (tracks 2.5 & 2.9)
Katisse Buckingham – Flute (track 1.6), Soprano Saxophone (track 1.7)
Dennis Hamm – Keyboards (tracks 2.7 & 2.8)
Jeff Babko – Keyboards (tracks 1.2, 1.4, 2.3 & 2.5)
Koko Rhods – Vocals (track 2.5)
Robbie Wyckoff – Vocals (track 2.9)

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.