Para os que respiram música assim como nós


Resenha: XXIVK Magic (2016)

Álbum de Bruno Mars

Pop

Acessos: 190


Pura magia

Por: Roberto Rillo Bíscaro

29/12/2020

Bruno Mars, com seu 24K Magic, leva o ouvinte para uma viagem não apenas aos 80’s, mas às 2 décadas que lhe fazem fronteira.

A faixa-título é delírio eletrofunk totalmente início dos anos 80. Obrigado Daft Punk por tornar essa sonoridade retrô fashionable novamente. É uma paulada, que vem no mesmo estilo, embora com um tiquinho menos de BPMs, na faixa seguinte, Chunky, que assentaria confortavelmente num álbum oitentista de Jocelyn Brown ou Evelyn ‘Champagne’ King. 

Mars começou imitando Elvis. Ele devia fazer isso muito bem, porque a emulação de James Brown, em Perm, é de destruir cadeiras e incendiar genitais. Super funk anos 70, mas quer coisa mais anos 80 que permanente?

A velocidade de 24K Magic decresce a partir daí, mas nunca a qualidade, numa produção densa e cheia de detalhes. Versace On The Floor é balada sensacional, pleno 1986, enquanto as também lentas Straight Up And Down e Finesse avançam pra primeira metade dos 90’s; nesta última Bruno modula a voz como doido, provavelmente o ponto vocal mais elevado.

Com suas letras bem-humoradas/boladas e repletas de ostentação, 24K Magic é pura magia.

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.