Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Conspiracy (1989)

Álbum de King Diamond

Acessos: 199


Obra-prima conceitual e obscura

Por: Fábio Arthur

01/12/2020

O quarto disco de King Diamond traz uma fonte e tanto em termos sonoros e textuais.

Continuando a saga do álbum anterior, o clássico "Them", Diamond vem com a segunda parte da história e traz uma evolutiva muito energética e bem requisitada. O disco trouxe o artista para o número 110 da Billboard e chegou a vender até que bem nos países europeus.

Último com Mikkey Dee na bateria e que já não aparece no vídeo clipe de "Sleepless Nights", que traz uma das melhores performances vocais de King Diamond e acaba sendo um dos pontos de mudança nas formações do grupo de apoio do artista. "At the Graves" mostra uma força entre Metal, Hard e alterações de tempos musicais aos montes. Faixa forte e marca o trabalho como um álbum diferenciado desde o princípio. Em "A Visit from Hell", além de letra ótima, o conteúdo musical é soberbo deixando o fã em brasas com os arranjos e pegada Heavy. "Amon Belongs to Them" vem na linha mais para o Hard e inicia um contraponto entre o clássico Old School e flerte mais clean em sonoridade. O disco traz inúmeras outras faixas e com climas entre teclados e as vozes sobressalentes de King. 

A arte original não pôde ser lançada por um fator entre direitos e gravadora e assim King Diamond se valeu de sua foto estampada em close, o que fez com que Gene Simons ficasse achando que era cópia do Kiss e assim o processou, mas logicamente perdeu por não ter uma alegação óbvia e sim falsa.

A banda soa ótima aqui e como sempre destaque para Andy Larocque. Disco dos mais clássicos de King e que escutei até exaustão.

Pode conferir!

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.