Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Rebirth (2001)

Álbum de Angra

Acessos: 88


Nova proposta

Autor: Fábio Arthur

16/10/2020

A entrada de Edu na banda deu um refresco aos rumos do grupo. Logicamente, a fonte de virtudes do grande André Matos não pode ser esquecida, mas, com "Rebirth" a coisa andou mais para um lado metálico e muito melhor fluente entre composições e marcações musicais mais profundas.

Com a gravação de partes entre Brasil e Alemanha com produção de Dennis Ward, o álbum chega meio progressivo e metal com tema conceitual. A faixa "Nova Era" é uma canção de ponta com todos os elementos essências. Disco que marca um período rico do grupo e que viria se consagrar ainda mais no próximo lançamento. 

A arte de capa é fenomenal e a essência total traz um complemento fenomenal e o disco todo flui muito bem. 

A seguir pelo padrão de som, não é algo que me apetece mas esse disco tem que ser reverenciado e muito.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: