Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Have A Nice Day (2005)

Álbum de Bon Jovi

Acessos: 77


Tentando se manter

Autor: Fábio Arthur

12/10/2020

Com essa arte de capa pavorosa e vendas acima de 4 milhões, o Bon Jovi conseguiu aliar um certo bom gosto e algo bem indefinido; assim, nasceria, "Have a Nice Day".

Lançado no ano de 2005, período em que bandas como Judas Priest, Iron Maiden e Whitesnake, estavam tentando voltar em suas raízes e demais grupos, assim não seria diferente com a turma do Bon Jovi.

A canção "Who says you Can´t go Home", em parceria com Jennifer Nittles, foi um evento que surtiu em levar o grupo a entrar nas paradas de Country Music, e pela primeira vez um single rocker seria alvo dessa mídia americana. 

Algo pecaminoso adverte o ouvinte, inúmeros produzem o trabalho, inclusive Sambora, o que de fato já foi provado que muitas mãos nessa área não fazem milagres, embora o disco não seja de todo ruim. Outro fator seriam os 54 minutos de duração, já que chega uma hora que enjoa e o ouvinte começa a pular as faixas para as mais legais.

"Have a nice Day" é faixa de boa linhagem e seu vídeo talvez nem tanto, mas a canção embala bem. "Last man Standing" traz um momento razoável e até soa audível em sua forma toda, assim como "I´ Am", e assim a coisa vai indo entre obras fúteis e outras bem definidas.

Não é um disco péssimo, não é Bon Jovi real, bom e farofa dos anos 80, e não soa como "Keep the Faith" e sim como deveria soar nos anos 2000. Enfim, cabe ao gosto de cada um e sua vontade de engolir a banda ou aceitar de bom grado.

Tenha bons sons!

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: