Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Boogie With Canned Heat (1968)

Álbum de Canned Heat

Acessos: 70


Soando original

Autor: Fábio Arthur

11/10/2020

Em seu segundo complemento, o Canned Heat, trouxe um som mais coeso, amplo e muito mais focado na veia que viria ser a base do grupo. On the Road Again virou hit e o grupo ascendeu à boa comercialização, de alguma forma, a banda ainda traria mais frutos um ano após o Woodstock de 1969.

Entre o Blues Rock e o Rock clássico, a banda gerou discos intensos e esse seria um deles. Dallas Smith produziu de forma coesa e acertou em cheio pelo selo Liberty, do qual anos depois o Motörhead e o Whistesnake iriam gravar por ele também.

Evil Woman e My Crime também são faixas ótimas. A belíssima arte do disco traz junto um conteúdo de ponta e, ao seu todo, temos 44 minutos de puro som.

Mais uma obra em final de anos 60 com passe marcado para a discografia de fãs de boa música.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: