Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Barão Vermelho (1982)

Álbum de Barão Vermelho

Acessos: 67


Decisivo

Autor: Fábio Arthur

15/09/2020

Esse é um trabalho muito acima dentro da fase Cazuza. O magistral registro, uma produção acertada e faixas de cunho em potencial, dão essa plena certeza. Em apenas 30 minutos e gravado em dois dias, a pérola sobressai intensa fluente. Outrora o significado Rock Brasil nunca foi tão chamativo quanto esse trabalho do Barão.

"Todo amor que houve nessa vida" virou clássica e até o mestre Veloso regravou a canção. Por outro lado, "Down em Mim" soa despretensiosa e flui de mesmo teor. 
O Disco segue adiante sem mesmo ser a obra mais adorada por tantos, mas é sincero, pleno e eficaz quanto ao já citado Rock and Roll. Um ponto fraco: ficou como predileta de rádio em alguns lugares e assim a banda cresceu ao lado do público e abrilhantou caminhos exatos.

Aqui temos banda e Cazuza em momento íntimo e forte. Que voz, que paulada e que maneira deliciosa de compor, arranjar e inflamar as cucas dos jovens brazucas.

Viva Barão!

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: