Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Live (1978)

Álbum de Eloy

Acessos: 70


Prog alemão on stage!

Autor: Márcio Chagas

15/09/2020

Estamos diante de uma verdadeira pérola, um disco subestimado até mesmo por amantes da boa música. 

Temos aqui o grupo de rock progressivo alemão no auge de sua forma, apresentando uma de suas melhores formações, com o mago Detlev Schmidtchen, na guitarra base, órgão e teclados, criando uma atmosfera única, com camadas de sintetizadores, e uma das melhores e mais técnicas cozinhas do universo prog: Klaus Peter Matziol com seu pesado baixo Alembic e Jurgen Rosenthal, com sua enorme bateria com gongos e pratos no melhor estilo Neil Peart. 

O grupo dava sustentação perfeita para o líder e guitarrista Frank Bornemann apresentar sucessos em versões definitivas da melhor fase do grupo, como “Poseidon´s Creation” e “Sun-Song”, alem de revisitar velhos temas como “Inside”. Para encerrar ainda temos a suíte “Atlantis' Agony At June 5th - 8498, 13 p.m. Gregorian Earthtime”, de vinte minutos encerrando magistralmente a fase mais criativa do grupo, que mudaria de formação logo após o lançamento do álbum. Imperdível.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: