Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Abominog (1982)

Álbum de Uriah Heep

Acessos: 96


Alterando as estruturas

Autor: Fábio Arthur

08/09/2020

Em seu décimo quarto disco, o magistral grupo Uriah Heep trouxe uma vertente bem diferente de seu comum habitat. 

Lançado em 1982, a banda trouxe uma virtude incomum para seus altos padrões, tais como uma ligação com linhagem Hard moderna e um certo "quê" de Pop; pois é, isso mesmo, nuances variadas e fora de sua estrutura normal. Foi publicado pela Mercury, que na época estava trazendo bandas como Scorpions e tantos outros, o Heep moveu-se, apesar de tudo, com competência instrumental.

Dois singles e uma arte de capa que merecia um som mais pesadão, a banda não chegou nem perto dos idos dos anos 70. "On the Rebound" é a faixa de destaque do trabalho e não deixa a banda na mão. O disco também traz algumas covers e também alguma versão de faixas antigas de sua própria autoria. Aqui é o primeiro sem Ken Hensley na banda, o que também causou uma diferença notada e absurda nos elementos.

No fim, fica como apenas mais um álbum e não tão promissor, talvez por causa de cover/regravações ou falta de amplitude mesmo.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: