Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Pop (1997)

Álbum de U2

Acessos: 236


Repleto de canções medianas que cansam nossos ouvidos e paciência

Por: Marcel Z. Dio

16/08/2020

Todos dizem e estão certo na afirmação de que Pop é a continuação do que começou em Achtung Baby e também Zooropa. Constatação de que a banda abandonou o rock pós punk e entrou no espirito das experimentações com músicas eletrônicas. 
Os dois primeiros carregam o mérito de ter faixas marcantes, que ao meu ver estão longe de serem um The Joshua Tree, no entanto, ainda mantinham a banda firme no cenário. 
Pop carece disso, carece de canções marcantes, e apresenta-se com pistas parecidas entre si, pecando na ausência dos solos de The Edge - importante dizer que é sua atuação mais preguiçosa em toda trajetória.
Entendo que os fãs de carteirinha tirem coelhos, cartas, argumentos mirabolantes e façam magicas para defende-lo, enquanto os que gostam e não tem a visão tampada pela tietagem, fiquem com vontade de esgoelar Bono Vox e sua turma. Aos ecléticos que se unem a música eletrônica ao tempo que ouvem rock numa boa, Pop pode ser bem vindo, afinal é muito melhor ouvir algo fraco do U2 - ainda com a voz distorcida de Bono, ao perder tempo com discos do chato Chemical Brothers. 

Como a ponte entre o remédio e o veneno, é estreita, aqui temos mais veneno que remédio, pois quase todas as faixas, como disse, são bem parecidas e medianas. O alento do U2 antigo surge apenas na balada "If God Will Send His Angels", por ouvirmos a voz "pura" de Bono e os licks de guitarra sem tanta sujeira e aparato eletrônico. Observando que a mesma foi usada como trilha sonora no filme “Cidade dos Anjos”.
A reciproca acima é verdadeira em "Starring At The Sun", por lembrar um passado não tão distante, o pecado mesmo é a falta de criatividade.

"Last Night on Earth" é minha preferida, longe de ser clássica, admito, porem, com a dignidade e carimbo do U2. 

Muitos dizem que o álbum é corajoso, eu diria: entediante. Na verdade, a impressão real é que é uma daquelas trilhas de filme encalhadas em grandes redes de supermercado, para serem compradas ao preço de 1,99.

Por fim, pegamos a maçante reta ao destino que nunca chega com o quarteto rivotril de "The Playboy Mansion" "If You Wear That Velvet Dress","Please" e "Wake Up Dead Man". 

Para nossa sorte, eles se redimiram três anos depois com o excelente All That You Can't Leave Behind - uma volta ao passado de louros e sons orgânicos.
Quer fazer o teste sobre Pop ?, monte uma seleção das 25 melhores do U2 e veja o que consegue extrair deste para sua coletânea. Se conseguir arrancar duas, já é um grande feito.

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.