Para os que respiram música assim como nós


Resenha: The Glorious Burden (2004)

Álbum de Iced Earth

Acessos: 95


Um ode ao patriotismo

Autor: Daniel alves Ribeiro

11/08/2020

Na época da minha adolescência poderia dizer que era fã de carteirinha do Iced Earth, porém hoje eu me considero apenas um ouvinte. É claro que discos como Dark Saga e Horror Show ainda figuram entre meu top 10, e digo mais, sempre gostei bastante desse lance das bandas lançarem discos conceituais e com o Iced não seria diferente, mas ao pegar este que vos falo, The Glorious Burden, uma coisa me deixou em dúvida na época: a entrada de Tim Owens nos vocais. Não que eu tenha algo contra, pelo contrário, considero que ele foi bem na fase que passou pelo Judas no menos no mediano Jugulator, já que o Demolition eu nem costumo mencionar, pois pra mim é um ponto fora da curva na discografia deles. Também já ouvi outros projetos dele como o Winter's bane e o Beyond Fear, os quais não me agradaram, mas enfim, quando pus essa bolacha do Iced fui surpreendido de como a voz estridente do "Ripper' se encaixou perfeitamente em todas as composições, pois sempre curti a fusão de estilos que o Iced usa em suas músicas. 

Para finalizar, confesso que acho esse play do Iced mais uma homenagem ao Tio Sam de Schaffer e sua trupe  do que um disco conceitual por assim dizer, mas se você ainda está em dúvida, uma coisa que posso garantir a você e que vista sua farda apanhe seu mosquete e vá a luta, pois esse álbum merece sim ser ouvido por inteiro e no volume máximo!

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: