Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Lovejoy (1971)

Álbum de Albert King

Acessos: 258


Primor musical

Por: Fábio Arthur

26/07/2020

Um álbum realmente eloquente e altamente bem cuidado, mesmo com certas defasagens de época; a produção de Don Nix funciona. 

Em 1971 se deu o lançamento e corre pelo blues com pouco mais de 30 minutos. Com a bela arte de capa, o disco já começa com Hownk Tonk Woman dos Stones. Com uma lista de músicos exemplares e grandiosa a coisa flui fácil, bem característico e sublime. Corrina, Cortina e Bay Area Blues são preciosas logo de cara, e assim o disco toca suave e dotado de uma voz intensa e Albert e bem interpretada, por sinal. 

Gravado em vários estúdios e mantendo mesmo assim o nível, temos em mãos uma das obras clássicas desse mestre. Don o produtor inseriu várias composições suas no trabalho, mas de cunho brilhante e de bem com o andar da coisa toda.

Deixe rolar...

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.