Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Rock 'N' Roll (1975)

Álbum de John Lennon

Acessos: 188


Pouco relevante

Autor: André Luiz Paiz

21/07/2020

Gravado também durante o famoso "Lost Weekend", período em que John Lennon e Yoko Ono ficaram separados, "Rock 'N' Roll" é um álbum que começou como diversão, passou por vários problemas, e saiu na pressão.

Antes mesmo das sessões de "Walls And Bridges", Lennon estava se entrosando com a banda que lhe acompanhava em estúdio para a produção de novo material. Como John foi obrigado pela justiça a gravar três faixas cover devido a um processo de plágio - e cá entre nós, parte de "Come Together" é realmente copiada de "You Can't Catch Me", de Chuck Berry, melodia e letra -, o negócio começou a crescer em uma ideia de um álbum completo somente com versões de outros artistas. Para isso, John trouxe Phil Spector de volta e o produtor ajudou com a escolha das faixas e também dos músicos de sessão. Porém, os interessados lotaram o estúdio e a coisa virou uma bagunça enorme, recheada de confusões por conta de bebedeira e aglomerações desnecessárias. Depois, o produtor acabou se afastando por problemas pessoais e levou consigo as fitas com as gravações, e mais adiante entraria em coma por conta de um acidente de carro. Com isso, Lennon deixou o projeto de lado, aproveitou apenas "Ya Ya" para "Walls And Bridges" e seguiu em frente.
Após o lançamento do disco de inéditas, os produtores que processavam Lennon estavam impacientes e resolveram cobrar na justiça o cumprimento do acordo. O ex-Beatle explicou a situação e retomou a produção do disco, que saiu e pouca gente gostou.

É claro e nem preciso destacar que John foi influenciado por grandes músicos dos anos 50 e 60. Porém, não consigo ver graça em faixas com versões de outros artistas, muito mais em um álbum inteiro. São raras as exceções que me agradam. E aqui, percebe-se que a produção não é destaque e o material simplesmente não prende o ouvinte. Em alguns momentos, John canta em um tom escolhido equivocadamente, gritando demais. Em outros, as versões simplesmente não acrescentam em nada quando comparadas com as originais, e o maior exemplo aqui acho que é "Do You Wanna Dance?". "Ya Ya" também ficou inferior que a lançada em "Walls And Bridges".
Do lado positivo, há sim momentos interessantes, como os casos de "Stand By Me", que hoje muitos acham se tratar de uma composição de John. "Be-Bop-A-Lula", que abre o disco, também ficou bem legal. A própria cover de "You Can't Catch Me", "Peggy Sue" e "Sweet Little Sixteen" também merecem ser lembradas.

O disco é interessante em partes e agradará mais os colecionadores e também os que gostam de versões covers. Os músicos de estúdio também fizeram um bom trabalho e vale sim conferir o resultado, mais por curiosidade, já que não estamos falando de um disco ruim, e sim apenas de pouca relevância.

Logo após o lançamento de "Rock 'N' Roll", John e Yoko se reconciliaram e engravidaram. Disposto a cuidar da esposa para que não sofresse um novo aborto espontâneo, John entrou em um hiato artístico, se tornou pai de Sean Lennon e retomou a sua carreira apenas cinco anos depois.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: