Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Song For America (1975)

Álbum de Kansas

Acessos: 309


Rock and Roll com progressivo de primeira qualidade

Autor: André Luiz Paiz

20/11/2017

"Song For America" é o segundo álbum da banda americana Kansas, lançado em 1975. Possui seis faixas mescladas entre Rock And Roll e Hard Rock de um lado e Rock Progressivo de extrema qualidade do outro. Uma combinação que deu muito certo.

Abrindo com "Down the Road", surge a impressão de estarmos ouvindo o Deep Purple. Cantada por Robby Steinhardt, possui instrumental fantástico, em uma canção de Rock de extrema qualidade.
A segunda faixa é simplesmente uma pérola do Rock Progressivo e uma das mais belas faixas que o Kansas já criou. A faixa-título é simplesmente fantástica. Um épico de dez minutos com melodias perfeitas e um instrumental de cair o queixo. E o baixo de Dave Hope?  Apelação! Steve Walsh também canta, toca e emociona.
Em direção a mais um épico, agora de oito minutos, "Lamplight Symphony" não fica atrás. Com uma melodia mais triste porém não menos espetacular, a faixa se coloca também entre as melhores. Lindíssima.
De volta ao Rock And Roll, "Lonely Street" é excelente e nos remete novamente ao Purple e Rainbow.
Na mesma linha de "Lonely Street", temos também a rápida e empolgante "The Devil Game". Mais uma grande faixa de Rock And Roll executada com maestria. Os teclados se sobressaem, além da batera de Phil Ehart.
Para concluir, "Incomudro - Hymn to the Atman" traz o progressivo de volta, com foco total na versatilidade dos músicos. Praticamente todos recebem destaque durante os doze minutos do mais puro Rock Progressivo. Dentre as faixas do estilo, gosto mais de "Song For America" e "Lamplight Symphony", mas a qualidade aqui demonstrada não deixa a desejar em nenhum momento.

Neste período, o Kansas estava apenas iniciando sua trajetória rumo ao estrelato e ainda viria a lançar bons álbuns dentro do estilo deste. Na minha opinião, "Song For America" está entre os melhores da carreira da banda.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: