Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Valentia (2017)

Álbum de Nani Medeiros

MPB

Acessos: 232


A valentia do bom gosto

Por: Roberto Rillo Bíscaro

12/07/2020

Nani Medeiros cresceu influenciada por seus irmãos músicos, então, seu diploma de bacharel em direito tem menos importância para o mundo, do que seu trabalho como locutora, apresentadora e atriz. Fã de Elis Regina, Medeiros lançou seu primeiro álbum em 2017.

Valentia traz dezena de faixas, onde o samba dá o tom à metade do material: Sabor Amargo, Negra, Não Volto Atrás, Ilê e a faixa-título são para requebrar. Sétimo Drinque é samba, mas bossa, com letra totalmente sinestésica, uma maravilha, num trabalho que só traz inéditas e mostra que a MPB vai muitíssimo bem. Tem até chorinho abolerado com letra de bofe sofredor, melodramatizando em mesa de bar, confira Batom Azul. Coisas Raras é seresta; Coração Passageiro, ijexá e Viver do Mar, aquelas solenes baladonas MPB só ao piano, linda.

Valentia traz arranjos límpidos, certeiros, para agradar apreciadores de vozes femininas cristalinas, entoando MPB com sabor anos 70.

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.