Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Depois Do Inverno (2002)

Álbum de Rosa de Saron

Acessos: 44


A entrada de Guilherme de Sá e a ascensão midiática do Rosa de Saron!

Autor: Maik Antunes

29/06/2020

Neste disco, lançado em 2002, pela gravadora católica Codimuc, Guilherme de Sá – que estreava como o novo e melhor vocalista que, até então, já passara pela banda (além de despontar, ainda, como um letrista "de mão cheia"!) – mostrava não apenas que chegava para ficar – pelo menos até o ano de 2018 –, como também se destacava como o grande responsável pela ascensão midiática do Rosa de Saron.

Com um som mais "cru", sem sofisticação e bem mais denso – além de muito mais "nervoso" que os posteriores –, "Depois do Inverno" trazia como destaques:

•	"Ainda Me Pergunto";
•	"Logo Após o Temporal";
•	"No Meu Coração";
•	"Dualismo" e
•	o grande sucesso – inclusive em FM's seculares – "Muitos Choram".

Satisfação garantida!

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: