Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Foot Loose & Fancy Free (1977)

Álbum de Rod Stewart

Acessos: 42


Batendo na porta do sucesso

Autor: Fábio Arthur

22/05/2020

Com esse oitavo, trabalho Rod Stewart chegou em um ponto ainda mais promissor de sua carreira e em todos o níveis possíveis. Aqui, perfeitamente tudo se encaixa de forma única e bem alinhada: a produção não deixa nada a desejar e a maestria entre músicos e Rod acaba sendo de alto bom gosto.

O disco chegou nas lojas em 1977, em novembro, e as vendas seguiram em um patamar bem ambicioso. Os shows do cantor também, fato esse que elevou a fama do astro até em outros países.

A voz de Rod áspera e forte soa unicamente e não deixa de ser muito concisa com o instrumental e arranjos. O álbum segue uma linha rocker e tem momentos mais calmos entre outros sublimes. O disco abre com "Hot Legs", deliciosa canção com pegada de guitarra com bateria e baixo marcando em cima, a faixa teve sua letra dedicada para Tina Turner e até vídeo foi elaborada para a diva. "You're My Heart" é belíssima, uma obra altamente melodiosa e bem interpretada por Rod. "Born Loose" compõe bem a continuidade do trabalho com ótima ênfase na linha de arranjos. "Tou Keep Me Hanging On" é longa mas bem funcional e "I Was Only Jocking" tem uma constante maravilhosa e fecha o long play de forma absoluta e bela.

Meu primeiro contato com Rod foi através de minha mãe. Ela comprava os discos e esse acabei comprando em vinil novamente em uma versão brasileira dos anos oitenta e com poster original de época. 

Sou suspeito para falar desse mega artista, mas a verdade é que a fase setentista do cantor empolga e muito.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: