Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Flesh & Blood (1990)

Álbum de Poison

Acessos: 43


Em grande estilo

Autor: Fábio Arthur

20/05/2020

Quando o Poison gravou "Flesh & Blood", a carreira do grupo mudou significativamente, desde turnês em grande estilo e ao lado de nomes como Whistesnake e vendas acima do normal. A banda começou a década de 90 mostrando um novo conceito musical, trouxeram composições cercadas de melodias bem constituídas e letras mais aprofundadas. 

Com o sucesso, a banda rumou em uma direção bem acentuada, o que valeu para quase todos os trabalhos póstumos do grupo, seguindo de um ápice magistral. Tendo a vertente do Hard Rock ao seu lado, a banda regeu seu som de acordo com um momento em que havia anteriormente até 89, um boom no Glam e começando nos anos 90 a volta das grandes bandas ao mainstream, além de que tínhamos o Grunge como definição de música do momento. O Poison passou por cima de tudo com competência de sobra e estruturou seu caminho. 

Os músicos ótimos e o nível de produção trazem um álbum permeado por canções diversas, o que de fato seria até injusto destacar algo desse trabalho, deixando o ouvinte degustar a obra por inteira. 

Poison não chega a ser minha banda predileta e nunca comprei muito material deles, mas o fato é que o grupo sempre foi muito coeso e trilhou com estrutura e boas tendencias o seu estilo e som. Um dos pontos altos da banda seria a guitarra muito bem executada.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: