Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Transition (2013)

Álbum de Steve Lukather

Acessos: 414


Um novo Steve Lukather

Por: André Luiz Paiz

28/02/2020

Enquanto o Toto passava por um momento extremamente sensível, em que Lukather se viu praticamente sozinho na liderança do grupo, coube ao guitarrista determinar que seria melhor encerrar as atividades. David Paich se afastou por problemas particulares, Mike Porcaro já não podia mais tocar e Bobby Kimball continuava a desequilibrar o emocional dos músicos ao seu redor. Assim, se fosse para tocar apenas por dinheiro, que fosse então por uma quantia ainda maior - disse Lukather - rompendo de vez com demais músicos contratados. Mas, não era só isso, Luke passava por problemas particulares, com excessos e também em seu casamento.

Tendo passado um pequeno período e com a distância dos transtornos com os negócios envolvendo o Toto, Steve adotou uma nova postura em sua vida pessoal, resolveu seus assuntos pessoais e passou a cuidar melhor de sua saúde, tornando-se um novo homem. O resultado está aqui, em "Transition", seu melhor álbum solo até então.

Lançado em 2013, "Transition" traz um leque enorme das influências desse talentosíssimo músico que é Steve Lukather. Além disso, o guitarrista nos presenteia com grande desempenho vocal, além de uma produção fantástica no álbum e da participação de diversos músicos de estúdio de primeira linha. Só para citar alguns, temos Lee Sklar, Nathan East, Gregg Bissonette e Chad Smith.
São nove faixas que vão do blues, hard até o AOR explorado pelo Toto. O disco passa voando, tamanha a qualidade de cada composição.

Faixas de destaque: O álbum todo é excelente, mas as minhas favoritas são: a pesada "Judgement Day", as melódicas "Right the Wrong", "Last Man Standing" e "Do I Stand Alone", "Creep Motel" e a melancólica balada "Once Again".

Se tem Steve Lukather, é bom. Pode conferir sem medo!

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.