Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Rumours (1977)

Álbum de Fleetwood Mac

Acessos: 472


Um dos grandes álbuns da história da música

Autor: André Luiz Paiz

12/02/2020

Após o excelente e autointitulado álbum de 1975, em que o Fleetwood Mac cravou a sua nova - e mais acessível - abordagem, foi com o álbum seguinte "Rumours", que a banda enfim conquistou o topo.

"Rumours" é o décimo primeiro álbum de estúdio da banda. Para quem conhece um pouco mais da história do Fleetwood Mac, sabe que trata-se de uma banda que já vestiu muitas facetas e contou com diversas formações com o passar do tempo. O que nunca ficou de lado foi a qualidade musical dos seus integrantes.

Recheado de harmonias e excelentes composições, "Rumours" é pop feito com classe e muito talento. Não é por acaso que chegou ao topo da Billboard, da UK Albums Chart e levou para casa o premio Grammy de melhor álbum do ano. Um disco que parece feliz, mas que possui em sua essência o resultado de diversos conflitos entre os membros da banda naquele período. Conflitos pessoais, problemas com relacionamentos e até mesmo atrasos na produção do trabalho assombraram a criação do álbum, mas, no final, apenas contribuíram para o que o registro de tornasse ainda mais marcante.

É impossível destacar as melhores faixas de "Rumours", já que este é merecedor de tudo o que conquistou. É fato que ele desagrada os fãs da fase blues do início de carreira da banda, porém, é inevitável reconhecer a sua qualidade. Temos uma viagem repleta de músicas agradáveis registradas com instrumentos acústicos e elétricos, além de ritmos distintos, trazendo bastante diversidade.

Caso você ainda não conheça "Rumours", procure pelos singles "Go Your Own Way", "Don't Stop", "Dreams" e "You Make Loving Fun". Depois considere-se pronto para mergulhar no restante e se encantar.

Banda: 
Lindsey Buckingham – vocais, guitarra, banjo, dobro
Stevie Nicks – vocais
Christine McVie – vocais, sintetizador, piano, órgão hammond, clavinete
John McVie – baixo elétrico
Mick Fleetwood – bateria, percussão, cravo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: