Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Phenomenon (1974)

Álbum de UFO

Acessos: 390


Um verdadeiro fenômeno

Autor: Fábio Arthur

30/01/2020

Com o maravilhoso guitarrista à tira colo - Michael Schenker -, a banda UFO lançaria sua terceira empreitada. 

O disco data de maio de 1974 e, nesse período, foi a derradeira mudança de estilo do grupo. O som passou de uma viagem, uma espécie de Space Rock, para pavimentar o caminho do Hard Rock.

Duas faixas se tornaram singles para "Phenomenon", e uma das mais promissoras acabou sendo "Doctor Doctor", cuja banda britânica Iron Maiden utiliza a faixa até os dias de hoje como pré-introdução de seus concertos e também fez uma releitura da mesma nos anos noventa com Blaze nos vocais. A outra canção em questão de singles seria a faixa "Rock Bottom". Mais tarde, fora lançado um terceiro single com a junção das duas canções mais a faixa "High Flyer". 

O disco é notável em seu todo, trazendo um diferencial de tantos outros por seguir a linha Rocker com peso entre linhas de guitarras mais bem construídas, o que deixa o som, a cozinha e o campo para as vocalizações mais na cara. Dentro dessa pegada toda, a voz de Phil Mogg soa perfeita e interage de forma única dentro do repertório. Bernie Marsden (Whitesnake), participa do álbum em duas canções.

Para a produção foi chamado Lyons, baixista do Ten Years After, e o disco foi totalmente finalizado no conhecido Morgan Studios, em Londres.

A arte de capa é um deleite para os olhos, e certamente em vinil faz você ficar admirando-a e obviamente curtindo o som da banda.

Pete Way (Fastway) conduz o baixo e na bateria Andy Parker, complementando a cozinha. 

O álbum não chega a 40 minutos de canções, mas é realmente um delírio em forma musical. Outros momentos, além dos já citados, são bem imponentes na obra, como: "Space Child", "Top Young to Know" e "Queen of the Deep". 

No mais, é só colocar para ouvir a bolacha!

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: