Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Manic Eden (1994)

Álbum de Manic Eden

Acessos: 263


Enquanto o Whitesnake descansava...

Autor: André Luiz Paiz

26/11/2019

Tem pouco tempo que cheguei até o Manic Eden, um supergrupo de vida curta que nunca tinha ouvido falar. Quando David Coverdale colocou o Whitesnake em um hiato no início dos anos noventa, Adrian Vandenberg, Rudy Sarzo e Tommy Aldridge queriam mais e acabaram por decidir formar uma nova banda. Com eles, a princípio seria o vocalista James Christian, do House Of Lords, porém, sabe-se lá o motivo, foi demitido. Assim, a vaga ficou para Ron Young, ótimo cantor da banda Little Caesar.

Infelizmente temos aqui o primeiro e único registro deste ótimo grupo. O álbum homônimo traz um hard calcado no blues, com belas melodias e solos de guitarra. Um registro extremamente agradável e que deve fazer parte da sua playlist.

O maior destaque de "Manic Eden" é Adrian Vandenberg, que traz muito da sua carreira solo e também das suas contribuições para o Whitesnake antes de David Coverdale monopolizar o negócio. Aqui você não encontrará glam nem hair metal, é apenas rock contendo ótimos riffs e algumas muitas baladas, o único ponto que me desagrada um pouco.

Faixas de destaque: "Can You Feel It", When the Hammer Comes Down, a ótima balada "Ride the Storm" e "Can't Hold It", que possui ótimos riffs.

"Manic Eden" mostra claramente um grupo de músicos virtuosos apenas deixando a inspiração fluir, sem barreiras e exigências. São mais acertos do que erros e temos aqui um disco que certamente merece espaço em seu acervo.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: