Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Tales Of The Crown (2008)

Álbum de Axel Rudi Pell

Acessos: 308


Estável

Autor: André Luiz Paiz

13/11/2019

Após emplacar dois álbuns extremamente bem aceitos pelos fãs e o lançamento do álbum de covers "Diamonds Unlocked", Axel Rudi Pell manteve o cronograma de lançar um álbum de inéditas a cada dois anos e retornou com "Tales Of The Crown".

Com formação estável e uma identidade já estabelecida, restava a Axel Rudi Pell decidir o que fazer com este poder em mãos. Seria interessante tentar mudar ou fazer exatamente o que os fãs esperam? Bem, neste caso decidiram a segunda opção, focando na produção e também no entrosamento da banda.

O tracklist segue o script já conhecido, com algumas faixas épicas, outras baladas, alguns flertes com o power metal e outros com o hard rock. As letras seguem a temática de outrora, com letras que falam sobre mistérios, batalhas e determinação. Como resultado, temos mais um ótimo álbum dentro de sua discografia.

Faixas de destaque: as épicas "Higher" e "Tales Of The Crow", a veloz "Buried Alive", a balada "Northern Lights" e as grudentas "Angel Eyes" e "Riding On An Arrow". Vale destacar também o entrosamento da banda, a já mencionada produção e os ótimos vocais de Johnny Gioeli.

"Tales Of The Crow" não se iguala aos clássicos, mas dá pra curtir numa boa.

Tracklist:
"Higher" - 7:18
"Ain't Gonna Win" - 4:52
"Angel Eyes" - 4:58
"Crossfire" - 5:22
"Touching My Soul" - 6:32
"Emotional Echoes" - 5:07
"Riding on an Arrow" - 5:55
"Tales of the Crown" - 8:21
"Buried Alive" - 5:42
"Northern Lights" - 6:22

Banda:
Johnny Gioeli - Vocals
Axel Rudi Pell - Guitar
Volker Krawczak - Bass
Mike Terrana - Drums
Ferdy Doernberg - Keyboards

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: