Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Days Of Future Passed (1967)

Álbum de The Moody Blues

Acessos: 96


Simplesmente encantador

Autor: André Luiz Paiz

29/10/2019

"Days of Future Passed" é uma pérola lançada em 1967. Trata-se do segundo álbum do grupo The Moody Blues e ficou também conhecido por se tratar do primeiro trabalho conceitual do mundo rock.

Após o lançamento de "The Magnificent Moodies", que nos permitiu constatar a qualidade musical do grupo embora com poucas inovações, a banda, já em nova formação, conseguiu uma oportunidade de ouro: gravar com a London Festival Orchestra. Assim, o que era para ser apenas uma reprodução da nona sinfonia de Antonin Dvorak, acabou sendo uma junção perfeita dos extremos que mais se combinam: o rock com o clássico, em um trabalho conceitual, autoral e brilhante.

O tema lírico descreve uma jornada comum da existência humana, do nascer do dia ao pôr do sol, com momentos de alegria, melancolia e energia. Com isso, o maestro Peter Knight trabalhou nos arranjos para criar o clima necessário dentro do que cada canção pedia. Todos os músicos participaram do processo de composição e deixaram sua assinatura, contribuindo para criar algo que, se de início seria uma dúvida da gravadora, no final virou clássico.

Muitos consideram "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", dos Beatles e lançado em julho de 1967, como primeiro conceitual da história. A princípio seria, mas os Beatles abandonaram a ideia durante a produção. Há também um seleto grupo de também classifica "Days Of Future Passed" como o primeiro álbum de rock progressivo da história, mas, nesta categoria, eu fico com "In the Court of the Crimson King", do King Crimson.

Faixas de destaque? Impossível nomear. Se você gosta de Beatles, do rock sessentista em geral e de belas melodias, coloque este álbum em seu player favorito e aproveite.

Tracklist:

The Day Begins	5:45
Dawn: Dawn Is A Feeling	3:50
The Morning: Another Morning	3:40
Lunch Break: Peak Hour	5:21
The Afternoon: Forever Afternoon (Tuesday?) / Time To Get Away	8:25
Evening: The Sun Set: Twilight Time	6:39
The Night: Nights In White Satin	7:41

Banda:

The Moody Blues:
Mike Pinder – Mellotron, piano, tambura, gong, vocals (including spoken)
Ray Thomas – flutes, percussion, piano, vocals
Justin Hayward – acoustic & electric guitars, piano, sitar, vocals
John Lodge – bass, vocals
Graeme Edge – drums, percussion, vocals

Músicos adicionais:
Peter Knight – conducting, arrangements
The London Festival Orchestra

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: