Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Undercover (1983)

Álbum de The Rolling Stones

Acessos: 622


O grande fiasco dos Stones

Por: Marcel Z. Dio

17/10/2019

O bom momento de Tatto You (1981), deixou os fãs ansiosos para um novo álbum, e esses fãs, foram devidamente premiados com um balde de água fria despejado por Undercover. Na verdade o balde já estava rachado em Emotional Rescue (1980) coube a Tatto You colar a fresta, garantindo a salvação até 1983.

Posto que a pegada do blues ainda seja o alicerce, o álbum viajou pela batida da disco music, (estilo que estava em plena queda livre), e de quebra adicionou elementos da new wave e alguns temperos de reggae / dub. Sim, eles brincaram de fazer reggae no passado, a exemplo de Hey Negrita (Black & Blue) mas a crítica aqui, nem é a ótima música do fumace jamaicano, e sim as canções dançantes que não cagavam e nem saiam da moita. Undercover foi o POP do U2.

A banda sempre discorreu com desenvoltura por várias vertentes irmãs do rock, vide o country, e também por outros mais dispares, no entanto, o maior erro está no exagero. O som pode ser interessante para quem curte naipes de metais bem aplicados no funk e também na citada disco music, com acréscimo de linhas gordurosas no contrabaixo, mas para os fãs do rock clássico, a nova proposta desagradou, quebrando sequência de oito discos que ocuparam o topo das paradas em território americano. Observando que nem a capa escapou do fiasco, uma moça de cor "azul" e alguns recortes com a foto da banda espalhadas sobre a mesma, ou seja, nada com nada.

Lembra quando as pessoas marcavam as faixas em destaques com uma caneta ?, então, quem possui Undercover no velho formato "bolachão", deu sorte, e já pode vender o disco com a contra capa zerada ...

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.