Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Zero Gravity (Rebirth And Evolution) (2019)

Álbum de Turilli/Lione Rhapsody

Acessos: 567


Retorno bombástico

Por: André Luiz Paiz

30/07/2019

Durante uma turnê de celebração do vigésimo aniversário do grupo de metal sinfônico Rhapsody Of Fire, os dois agora ex-membros Luca Turilli e Fabio Lione orquestraram esta volta com o intuito apenas de comemorar com os fãs. O encaixe e o retorno foram tão perfeitos, que deste projeto surgiu uma nova banda, com membros já conhecidos e um disco para deixar qualquer fã satisfeito.

O grupo Turilli/Lione Rhapsody não se trata de uma simples réplica do Rhapsody Of Fire. Prefiro definir como uma evolução do que começaram juntos lá nos anos 90. Curiosamente, o álbum se chama "Zero Gravity (Rebirth And Evolution)". Luca Turilli traz muito da sua carreira pós-Rhapsody, principalmente o lado mais contemporâneo e moderno do metal sinfônico, motivo pelo qual provavelmente divergia de Alex Staropoli e acabou saindo. Porém, aqui há muito mais do que apresentou em seus projetos posteriores. Ainda há um leve flerte com o eletrônico, principalmente pelo fato de Luca também atuar como tecladista, mas o som ainda é power metal, pesado, bombástico, cheio de corais e com refrãos fantásticos. Além disso, as composições superaram as já altas expectativas. Fabio Lione contribuiu de maneira magnífica não só como vocalista, mas também como letrista, abordando temas filosóficos em relação à humanidade, sua existência, seus conflitos e muito mais. Trata-se de dois músicos completos e acompanhados por outros grandes profissionais, entregando o que de melhor o estilo tem a oferecer.

No tracklist, a primeira metade é mais impactante e acessível. "Phoenix Rising" e "D.N.A. (Demon and Angel)" são excelentes e ditam o andar da carruagem. Esta última tem um destaque especial: um dueto fantástico de Lione com Elize Rid, do Amaranthe. Ao chegarmos em "Zero Gravity", é possível notar que, com a influência das letras, o álbum também vai se direcionando para um clima mais denso e interessante, fugindo um pouco do tradicional "power metal feliz". As ótimas "Fast Radio Burst" e "Decoding the Multiverse" demonstram isso claramente.
Seguindo adiante, "Origins" chega como uma abertura cinematográfica para a interessante "Multidimensional", com bons riffs de guitarra e grande performance de Fabio, alternando entre vocais suaves e potentes. "Amata immortale" é uma balada suave com linda interpretação do vocalista, mas que serve de trampolim para uma das melhores do álbum, a épica "I Am". Aqui, é possível notar que o Angra também já está integrado nas influências de Fabio, que representa muito bem o nosso grupo agora por onde passa.
Chegando ao final do álbum, temos dois outros grandes momentos: "Arcanum (Da Vinci's Enigma)" possui linhas vocais operísticas recheadas de corais poderosos e o peso do power metal do Rhapsody, naquela combinação característica de Luca Turilli. Achei perfeito! Por fim, a faixa bônus e balada de encerramento "Oceano" é mais um espaço para Fabio Lione brilhar, em mais uma interpretação magnífica.

É um grande momento para a música, em que grandes artistas se reúnem para presentear os fãs com arte. Considero que seja também um ótimo momento para o power metal se reinventar e renascer como uma fênix, assim como fizeram Luca Turilli e Fabio Lione.

Veja o vídeo oficial de "Zero Gravity":

Veja mais sobre o álbum no site da Nuclear Blast: www.nuclearblast.de Tracklist: 01. Phoenix Rising 02. D.N.A. (Demon And Angel) [feat. Elize Ryd] 03. Zero Gravity 04. Fast Radio Burst 05. Decoding The Multiverse 06. Origins 07. Multidimensional 08. Amata Immortale 09. I Am [feat. Mark Basile] 10. Arcanum (Da Vinci's Enigma) 11. Oceano [feat. Sascha Paeth, Arne Wiegand] (bonus track on digipak and 2LP only) Músicos: Luca Turilli (guitarras e teclados) Fabio Lione (vocais) Alex Holzwarth (bateria) Patrice Guers (baixo) Dominique Leurquin (guitarras)

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.