Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Vorax (2019)

Álbum de Newsonic

Acessos: 194


Peso e melodia com brasileiros de dar orgulho

Autor: Caio Silva Juarez

04/07/2019

A banda Newsonic lançou no dia 27 de junho seu novo álbum, “Vorax”. O que temos aqui trata-se de metal de ótima qualidade – difícil de definir o nicho, mas tem seus momentos de power metal e outros de metal moderno ou alternativa. A banda nos traz riffs de guitarras fortes, baixo muito presente, teclados harmoniosos, bateria rica, refrões marcantes e uma voz muito potente e variada. Independente do estilo, estamos diante de um belo álbum contemporâneo – e brasileiro!

A banda é composta pelo quinteto: Anderson Khross (Vocal/Teclado), Erik Cholovski (Guitarra), Luke Freitas (Guitarra), Flavio Almeida (Baixo) e Bruno Perrone (Bateria).

O álbum conta com 11 faixas e apesar de ser bem pesado, tem boa assimilação. Embora isso se deva à curta duração do álbum – que passa um pouco dos 40 minutos –, não pense que as músicas são retas ou diretas demais. Mesmo que as músicas tenham uma média de duração de 3 a 4 minutos apenas, a banda explora passagens instrumentais muito agradáveis e prova que não é preciso repetir refrões por incansáveis vezes para grudá-los na cabeça do ouvinte.

A versatilidade do vocalista Anderson Khross é de impressionar. Tem seus momentos com um drive poderoso, como na música I’m Alive, e tem seus momentos de “voz limpa”, como em Nemesis. Em ambos os momentos, a interpretação é fantástica e não soa exagerada ou forçada. Aliás, tudo nesse álbum soa muito naturalmente.

Outro ponto a destacar é a atuação muito elegante do baixista Flavio Almeida, que não se esconde atrás das guitarras pesadíssimas de Erik Cholovski e Luke Freitas, casando bem com a mão pesada do baterista Bruno Perrone.

“Vorax” é um álbum doce de apreciar, que te fará se pegar cantarolando os refrões e batendo cabeça. Com esse álbum, a Newsonic se apresenta como uma grande promessa no cenário metálico brasileiro.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: