Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Into The Unknown (1996)

Álbum de Mercyful Fate

Acessos: 861


O primeiro e único abaixo da média

Por: André Luiz Paiz

01/05/2019

Dois anos após o lançamento do excelente "Time", o Mercyful Fate retornou com "Into The Unknown". Um bom álbum, o mais vendido, porém não tão eficiente quanto os seus antecessores.

"Into The Unknown" mostra, logo na primeira audição, que King Diamond nitidamente se diferenciava dos seus demais colegas de grupo. É seguro dizer que as suas composições salvaram o trabalho, além da sua ótima performance como vocalista. O disco foi lançado em 1996, quase que em conjunto com o ótimo "The Graveyard", da carreira solo de King. Curiosamente, nenhum dos dois foram afetados, já que ambos venderam consideravelmente. Se tratando do material aqui apresentado, há muito o que se aproveitar, mas também o que se descartar.

O álbum começa com a macabra introdução "Lucifer", seguida do petardo "The Uninvited Guest". As duas, em conjunto com "The Ghost of Change", compõem o melhor momento do disco. Essa trinca inicial foi composta pelo mestre King.
Temos dois grandes momentos nas faixas "Listen to the Bell" e "Under the Spell", com características bem similares ao que o grupo já fez. Ou seja, peso e boas melodias vocais. Além delas, "Fifteen Men (And a Bottle of Rum)" e a melancólica "Deadtime" também se destacam, embora sejam inferiores às demais.
Por fim, "Into the Unknown" é arrastada e cansativa demais, "Holy Water" não inova e "Kutulu (The Mad Arab Part Two)" não chega nem perto da espetacular primeira parte, apesar de possuir algumas boas linhas melódicas, pesadas e outras guturais.

Não há muito o que comentar sobre "Into The Unknown", já que é um disco que não compromete negativamente a carreira do grupo, mas também não se coloca como favorito. Comercialmente foi muito bem e conseguiu alavancar ainda mais o nome da banda, neste momento já consolidado por uma legião de fãs.

Confira o vídeo oficial de "The Uninvited Guest", a melhor do álbum:

Tracklist: 1. "Lucifer" (Diamond) 2. "The Uninvited Guest" (Diamond) 3. "The Ghost of Change" (Diamond) 4. "Listen to the Bell" (Shermann, Diamond) 5. "Fifteen Men (And a Bottle of Rum)" (Denner, Diamond) 6. "Into the Unknown" (Shermann, Diamond) 7. "Under the Spell" (Diamond) 8. "Deadtime" (Denner, Diamond) 9. "Holy Water" (Diamond) 10. "Kutulu (The Mad Arab Part Two)" (Shermann, Diamond) Formação: King Diamond — vocal, teclado Hank Shermann — guitarra Michael Denner — guitarra Sharlee D'Angelo — baixo Bjarne T. Holm — bateria

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.