Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Overkill - The Wings Of War (2019)

Por: Diógenes Ferreira

Acessos: 142

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
Apenas o bom e velho Thrash Metal
4
26/02/2019

Não se assuste com a introdução que abre a primeira faixa desse disco, pois tenha a certeza que o que você vai ouvir depois é o bom e velho Overkill, a banda mais “raiz” da história do Thrash Metal e que nunca decepciona. São mais de 30 anos fazendo o ‘feijão com arroz’ mais saboroso do estilo, com total respeito aos seus fãs e seguidores. Costumo dizer que o Overkill está para o Thrash Metal assim como o AC/DC está para o Rock n’ Roll e o Accept está para o Heavy Metal. Ou seja, já sabemos o que esperar, sem muitas novidades, ou mudanças de direcionamento, mas é sempre bom e certeiro!

O álbum abre com “Last Man Standing”, que após sua intro modernosa, descamba para a paulada, com a bateria do estreante Jason Bittner comendo solta e Bobby Blitz botando sua fúria pra fora como de praxe. “Believe In The Fight” segue o ritmo, porém com um refrão mais melódico. A música “Distortion” já é mais cadenciada e temos também “Batshitcrazy” que é uma típica do Overkill. Já outra faixa legal do disco é “Welcome To The Garden State”, que beira o Hardcore Nova Iorquino. O começo de “Where Few There To Walk” lembra um pouco “Enter Sandman” do Metallica em alguns pontos e o encerramento do álbum com “Hole In My Soul”.

Mesmo tendo inúmeras vezes passado por trocas de integrantes, a essência da banda permanece com a dupla inseparável Bobby Blitz & D.D. Verni, que juntos ao longo de todos esses anos construíram para o Overkill uma reputação de respeito que é para poucos. E por falar em longevidade, há também de se destacar que esse é o oitavo álbum com a dupla Dave Linsk/Derek Tailer nas guitarras, sendo a mais longeva nas seis cordas do grupo. Portanto, para o 19º álbum do Overkill, espere o fator de sempre, que sem dúvida faz alegria dos fãs há mais de três décadas... Apenas o bom e velho Thrash Metal.

Apenas o bom e velho Thrash Metal
4
26/02/2019

Não se assuste com a introdução que abre a primeira faixa desse disco, pois tenha a certeza que o que você vai ouvir depois é o bom e velho Overkill, a banda mais “raiz” da história do Thrash Metal e que nunca decepciona. São mais de 30 anos fazendo o ‘feijão com arroz’ mais saboroso do estilo, com total respeito aos seus fãs e seguidores. Costumo dizer que o Overkill está para o Thrash Metal assim como o AC/DC está para o Rock n’ Roll e o Accept está para o Heavy Metal. Ou seja, já sabemos o que esperar, sem muitas novidades, ou mudanças de direcionamento, mas é sempre bom e certeiro!

O álbum abre com “Last Man Standing”, que após sua intro modernosa, descamba para a paulada, com a bateria do estreante Jason Bittner comendo solta e Bobby Blitz botando sua fúria pra fora como de praxe. “Believe In The Fight” segue o ritmo, porém com um refrão mais melódico. A música “Distortion” já é mais cadenciada e temos também “Batshitcrazy” que é uma típica do Overkill. Já outra faixa legal do disco é “Welcome To The Garden State”, que beira o Hardcore Nova Iorquino. O começo de “Where Few There To Walk” lembra um pouco “Enter Sandman” do Metallica em alguns pontos e o encerramento do álbum com “Hole In My Soul”.

Mesmo tendo inúmeras vezes passado por trocas de integrantes, a essência da banda permanece com a dupla inseparável Bobby Blitz & D.D. Verni, que juntos ao longo de todos esses anos construíram para o Overkill uma reputação de respeito que é para poucos. E por falar em longevidade, há também de se destacar que esse é o oitavo álbum com a dupla Dave Linsk/Derek Tailer nas guitarras, sendo a mais longeva nas seis cordas do grupo. Portanto, para o 19º álbum do Overkill, espere o fator de sempre, que sem dúvida faz alegria dos fãs há mais de três décadas... Apenas o bom e velho Thrash Metal.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Overkill

Album Cover

Overkill - The Years Of Decay (1989)

O thrash metal devastador dos americanos
5
Por: Marcel Z. Dio
11/08/2018

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Slayer - South Of Heaven (1988)

Obra-prima
5
Por: Fábio Arthur
01/10/2018
Album Cover

Killery - Ready For The Apocalypse (2019)

Preparados para o apocalipse?
4.5
Por: Diógenes Ferreira
19/04/2019
Album Cover

Sepultura - Schizophrenia (1987)

Orgulho brasileiro
5
Por: Fábio Arthur
10/10/2018