Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Whitesnake - Whitesnake (1987)

Por: Fábio Arthur

Acessos: 156

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
Novos caminhos
5
10/01/2019

Em 1984 o Whitesnake vinha de um sucesso estrondoso, em que David Coverdale tinha conseguido chegar ao ponto mais alto de sua carreira. A banda com status e tendo angariando muitos fãs ao redor do mundo, agora era vista sob outros olhos; bem à frente de seu passado, em que também não se pode negar, é realmente precioso.

John Sykes era o homem das guitarras e agora Coverdale apostava em uma direção mais hard, seguindo com os novos tempos. Após o Rock in Rio, o grupo começou a elaborar o que viria ser "Whitesnake 87" e que no Japão obteve outro título. Com problemas nas cordas vocais de David, as gravações foram adiadas até serem completadas em 87, daí o nome do disco.

A MTV abraçou o grupo inglês e as vendas cresceram e muito nessa fase. O estilo havia mudado e a voz de Coverdale também, mas as canções mantiveram bons níveis, além de algumas regravações. "Still of the Night" , "Is This Love" e "Bad Boys" são pontos altos do disco. A desenvoltura musical da banda é exemplar.  Como um todo, o álbum se tornou referência da banda e para muitos o último grande disco, apesar de um retorno promissor anos depois.

Esse pode-se dizer que é um clássico do hard rock, e sem receio algum.

Novos caminhos
5
10/01/2019

Em 1984 o Whitesnake vinha de um sucesso estrondoso, em que David Coverdale tinha conseguido chegar ao ponto mais alto de sua carreira. A banda com status e tendo angariando muitos fãs ao redor do mundo, agora era vista sob outros olhos; bem à frente de seu passado, em que também não se pode negar, é realmente precioso.

John Sykes era o homem das guitarras e agora Coverdale apostava em uma direção mais hard, seguindo com os novos tempos. Após o Rock in Rio, o grupo começou a elaborar o que viria ser "Whitesnake 87" e que no Japão obteve outro título. Com problemas nas cordas vocais de David, as gravações foram adiadas até serem completadas em 87, daí o nome do disco.

A MTV abraçou o grupo inglês e as vendas cresceram e muito nessa fase. O estilo havia mudado e a voz de Coverdale também, mas as canções mantiveram bons níveis, além de algumas regravações. "Still of the Night" , "Is This Love" e "Bad Boys" são pontos altos do disco. A desenvoltura musical da banda é exemplar.  Como um todo, o álbum se tornou referência da banda e para muitos o último grande disco, apesar de um retorno promissor anos depois.

Esse pode-se dizer que é um clássico do hard rock, e sem receio algum.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Whitesnake

Album Cover

Whitesnake - Forevermore (2011)

O último disco de estúdio, melancólico e vital
4
Por: Carlos Frederico Pereira da Silva Gama, "Swancide"
18/01/2018
Album Cover

Whitesnake - Flesh and Blood (2019)

Atravessando gerações com o bom gosto de sempre
4
Por: Diógenes Ferreira
14/05/2019
Album Cover

Whitesnake - Ready An' Willing (1980)

A cobra branca apresenta seu veneno mais potente
5
Por: Márcio Chagas
02/10/2018

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Paradise Lost - Medusa (2017)

Tempos sombrios, Música sombria!
4.5
Por: Tarcisio Lucas
20/10/2017
Album Cover

Iron Maiden - Somewhere In Time (1986)

Nova sonoridade em um disco clássico e singular
4.5
Por: Márcio Chagas
02/02/2019
Album Cover

Viper - All My Life (2008)

Um disco que deu pra matar saudades do velho Viper
4.5
Por: Diógenes Ferreira
16/02/2019