Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

  • Últimos Álbuns Votados de Poison
  • Album Cover
    Look What The Cat Dragged In (1986)

    4.5 Por: Leonardo Saoud

    Album Cover
    Open Up And Say ...Ahh! (1988)

    3.5 Por: Rafael Lemos

    Album Cover
    Look What The Cat Dragged In (1986)

    3 Por: Rafael Lemos

Resenha: Poison - Look What The Cat Dragged In (1986)

Por: Leonardo Saoud

Acessos: 67

Compartilhar:

Facebook Twitter Google +
User Photo
Album Cover
Tá sentindo um cheiro de laquê?
4.5
06/01/2019

O Poison foi uma das bandas revolucionárias dos anos 80. Os caras pegaram o jeito de se vestir do New York Dolls, pegaram as letras do KISS, um pouco do ritmo de Def Leppard e T.Rex e fizeram um álbum de estreia incrível, digno de seu sucesso conquistado.

Com esse e alguns outros álbuns de outras bandas da época, começa o que conhecemos como Glam Metal, que é um hard rock com muuuito laquê e letras divertidas normalmente falando da vida boa e das mulheres que conquistavam.
Uma curiosidade muito louca sobre o Poison, é que eles recusaram o Slash, que viria a ser membro dos Guns n Roses. Boatos que é porque ele se recusou a usar as maquiagens e toda aquela coisa de laquê que os caras tinham, mas boatos são boatos, né?
Vamos então ao álbum:
"Cry Tough" abre o álbum muito bem, seguido de "I Want Action", ambas são hits e estouraram nas paradas, são músicas animadas e os temas tratados são leves como sonhos, e a segunda sobre pegação "I want action tonight/Satisfaction all night/Ah, come on honey, I wasn't that bad!/Oh, well.."
"I Won't Forget You" é uma balada que também fez sucesso, a letra é bem romantica "I won't forget you baby/(I won't forget you)/Memories slowly fade/I won't forget you baby", e a levada é tranquilinha.
"Play Dirty" vem mais hard rock que as anteriores, não foi uma faixa que conquistou muito sucesso comercial, mas que é muito boa, lembra muito o som do Def Leppard em Pyromania, tendo um solo de guitarra íncrivel.
"Look What the Cat Dragged In", a faixa-título do álbum continua na pegada de "Play Dirty", a letra é bem divertida, fala sobre ter bebido até ficar louco acordar e ver que fez várias besteiras "I got a girl on the left of me/a girl on the right/I know damn well I slept with both last night", típico do Glam Metal. Aqui os backing vocals vêm de uma forma muito positiva, lembra bastante Def Leppard.
"Talk Dirty to Me" é a melhor faixa de longe, dá até uma nostalgia sempre que ouço, a letra é muito boa, como já esperado pelo título fala de "falar sacanagem pra mim" "Cause baby we'll be/At the drive-in/In the old man's Ford/Behind the bushes/
Till I'm screamin' for more", o riff dela, assim como o solo são muito bem trabalhados, o refrão vai grudar na sua mente depois que ouvir, pode ter certeza.
"Want Some, Need Some" é uma faixa bem popzinha, apesar de muito bem trabalhada e com riffs muito bons, não tem grande destaque.
"Blame It on You" é uma faixa bem animada, quase beirando ao heavy metal, lembra bastante Aerosmith.
"#1 Bad Boy" e "Let Me Go to the Show" fecham o álbum muito bem, faixas bem agitadas, tratando de temas com a cara dos anos 80, a primeira se gabando por ser um bad boy e a outra é o filho pedindo pra ir num show dos bad boys, obviamente se referindo a banda. Faixa genial, fico pensando em como os fãs menores de idade impedidos pela mãe de sair ouviam essa música na época.

O álbum é incrivel, muito gostoso de ser ouvido, ele acaba muito rápido, e o ouvinte com aquela vontade de ouvir mais, é fantástico. É um daqueles álbuns que toda vez que vou ouvir, eu ouço todas as faixas, sem pular nenhuma, ele vale muito a pena!

Faixas destaque:
"I Want Action"
"Talk Dirty to Me"
"Let Me Go to the Show"
 
Duração: 33min

Tá sentindo um cheiro de laquê?
4.5
06/01/2019

O Poison foi uma das bandas revolucionárias dos anos 80. Os caras pegaram o jeito de se vestir do New York Dolls, pegaram as letras do KISS, um pouco do ritmo de Def Leppard e T.Rex e fizeram um álbum de estreia incrível, digno de seu sucesso conquistado.

Com esse e alguns outros álbuns de outras bandas da época, começa o que conhecemos como Glam Metal, que é um hard rock com muuuito laquê e letras divertidas normalmente falando da vida boa e das mulheres que conquistavam.
Uma curiosidade muito louca sobre o Poison, é que eles recusaram o Slash, que viria a ser membro dos Guns n Roses. Boatos que é porque ele se recusou a usar as maquiagens e toda aquela coisa de laquê que os caras tinham, mas boatos são boatos, né?
Vamos então ao álbum:
"Cry Tough" abre o álbum muito bem, seguido de "I Want Action", ambas são hits e estouraram nas paradas, são músicas animadas e os temas tratados são leves como sonhos, e a segunda sobre pegação "I want action tonight/Satisfaction all night/Ah, come on honey, I wasn't that bad!/Oh, well.."
"I Won't Forget You" é uma balada que também fez sucesso, a letra é bem romantica "I won't forget you baby/(I won't forget you)/Memories slowly fade/I won't forget you baby", e a levada é tranquilinha.
"Play Dirty" vem mais hard rock que as anteriores, não foi uma faixa que conquistou muito sucesso comercial, mas que é muito boa, lembra muito o som do Def Leppard em Pyromania, tendo um solo de guitarra íncrivel.
"Look What the Cat Dragged In", a faixa-título do álbum continua na pegada de "Play Dirty", a letra é bem divertida, fala sobre ter bebido até ficar louco acordar e ver que fez várias besteiras "I got a girl on the left of me/a girl on the right/I know damn well I slept with both last night", típico do Glam Metal. Aqui os backing vocals vêm de uma forma muito positiva, lembra bastante Def Leppard.
"Talk Dirty to Me" é a melhor faixa de longe, dá até uma nostalgia sempre que ouço, a letra é muito boa, como já esperado pelo título fala de "falar sacanagem pra mim" "Cause baby we'll be/At the drive-in/In the old man's Ford/Behind the bushes/
Till I'm screamin' for more", o riff dela, assim como o solo são muito bem trabalhados, o refrão vai grudar na sua mente depois que ouvir, pode ter certeza.
"Want Some, Need Some" é uma faixa bem popzinha, apesar de muito bem trabalhada e com riffs muito bons, não tem grande destaque.
"Blame It on You" é uma faixa bem animada, quase beirando ao heavy metal, lembra bastante Aerosmith.
"#1 Bad Boy" e "Let Me Go to the Show" fecham o álbum muito bem, faixas bem agitadas, tratando de temas com a cara dos anos 80, a primeira se gabando por ser um bad boy e a outra é o filho pedindo pra ir num show dos bad boys, obviamente se referindo a banda. Faixa genial, fico pensando em como os fãs menores de idade impedidos pela mãe de sair ouviam essa música na época.

O álbum é incrivel, muito gostoso de ser ouvido, ele acaba muito rápido, e o ouvinte com aquela vontade de ouvir mais, é fantástico. É um daqueles álbuns que toda vez que vou ouvir, eu ouço todas as faixas, sem pular nenhuma, ele vale muito a pena!

Faixas destaque:
"I Want Action"
"Talk Dirty to Me"
"Let Me Go to the Show"
 
Duração: 33min

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

King Kobra - Ready To Strike (1985)

O primeiro ataque do King Kobra
4.5
Por: Johnny Paul
22/10/2017
Album Cover

Twisted Sister - You Can't Stop Rock 'N' Roll (1983)

Na Trilha do Sucesso
5
Por: Fábio Arthur
09/10/2018
Album Cover

Whitesnake - Whitesnake (1987)

Novos caminhos
5
Por: Fábio Arthur
10/01/2019