Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Paul McCartney - Run Devil Run (1999)

Por: André Luiz Paiz

Acessos: 189

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
Ancorado ao rock para superar o luto
4.5
22/11/2018

Linda McCartney teve papel fundamental na vida de Paul McCartney. Esteve sempre com ele nos momentos mais difíceis, entre eles a complicada dissolução dos Beatles. Exímia fotógrafa, aventurou-se a tocar teclados na época do grupo Wings porque Paul a queria por perto. Resistiu a críticas e mesmo assim brilhou, como profissional e como pessoa. Em 1998, Linda sucumbiu ao câncer e deixou o mundo um pouco mais triste.

Após um ano lidando com a perda, Paul começou novamente a sentir inspiração para retornar à música. Como incentivo, assim como fez nos anos 80 com “CHOBA B CCP” em uma fase difícil, decidiu revisitar o passado, para fazer pura e simplesmente rock. “Run Devil Run” foi lançado em 1999 e contém covers de clássicos do período em que Paul era adolescente, no final dos anos 50 e início dos anos 60, além de três músicas novas. Para acompanhá-lo, ninguém menos que David Gilmour (Pink Floyd) e Ian Paice (Deep Purple).

Com tudo definido, Paul agendou algumas sessões nos estúdios Abbey Road para testar como as coisas seriam. Ele nem mesmo sabia se conseguiria cantar as músicas que escolheu, pois estava se achando um pouco enferrujado. Mas, mesmo assim, a única exigência era a que tudo deveria soar o mais orgânico e mais próximo de uma execução ao vivo possível. Deu muito certo! Chris Thomas acertou em cheio na produção, que nos transporta para o passado em uma viagem de pouco mais de 40 minutos, que são divididos em 15 faixas deliciosas de se degustar.

As três faixas compostas por Paul encaixam perfeitamente na temática do álbum. “What It Is”, “Try Not To Cry” e “Run Devil Run” são destaques. Além delas, os covers de “Blue Jean Bop”, “All Shook Up”, “No Other Baby”, “Shake A Hand” e “Party” resumem bem o restante da obra, com diversidade, energia e vocais fantásticos de Paul.

Para promover o lançamento, Paul pegou a banda de estúdio e fez um show no Cavern Club, antigo clube que promoveu o Beatles no início da carreira. A apresentação foi lançada em DVD e é extremamente recomendada.

Ligue o seu carro, coloque este play e divirta-se com o mais puro Rock And Roll!

Tracklist:

Blue Jean Bop  1:57
She Said Yeah  2:05
All Shook Up  2:04
Run Devil Run  2:35
No Other Baby  4:17
Lonesome Town  3:29
Try Not To Cry  2:40
Movie Magg  2:11
Brown Eyed Handsome Man  2:27
What It Is  2:23
Coquette  2:41
I Got Stung  2:39
Honey Hush  2:35
Shake A Hand  3:50
Party  2:37

Banda (creditada no encarte):

Paul McCartney – vocals, bass guitar, electric guitar, percussion, acoustic guitar
David Gilmour – electric guitar, backing vocals, lap steel guitar
Mick Green – electric guitar
Ian Paice – drums, percussion
Pete Wingfield – keyboards, piano, Hammond organ
Dave Mattacks – drums, percussion
Geraint Watkins – piano
Chris Hall – accordion

Ancorado ao rock para superar o luto
4.5
22/11/2018

Linda McCartney teve papel fundamental na vida de Paul McCartney. Esteve sempre com ele nos momentos mais difíceis, entre eles a complicada dissolução dos Beatles. Exímia fotógrafa, aventurou-se a tocar teclados na época do grupo Wings porque Paul a queria por perto. Resistiu a críticas e mesmo assim brilhou, como profissional e como pessoa. Em 1998, Linda sucumbiu ao câncer e deixou o mundo um pouco mais triste.

Após um ano lidando com a perda, Paul começou novamente a sentir inspiração para retornar à música. Como incentivo, assim como fez nos anos 80 com “CHOBA B CCP” em uma fase difícil, decidiu revisitar o passado, para fazer pura e simplesmente rock. “Run Devil Run” foi lançado em 1999 e contém covers de clássicos do período em que Paul era adolescente, no final dos anos 50 e início dos anos 60, além de três músicas novas. Para acompanhá-lo, ninguém menos que David Gilmour (Pink Floyd) e Ian Paice (Deep Purple).

Com tudo definido, Paul agendou algumas sessões nos estúdios Abbey Road para testar como as coisas seriam. Ele nem mesmo sabia se conseguiria cantar as músicas que escolheu, pois estava se achando um pouco enferrujado. Mas, mesmo assim, a única exigência era a que tudo deveria soar o mais orgânico e mais próximo de uma execução ao vivo possível. Deu muito certo! Chris Thomas acertou em cheio na produção, que nos transporta para o passado em uma viagem de pouco mais de 40 minutos, que são divididos em 15 faixas deliciosas de se degustar.

As três faixas compostas por Paul encaixam perfeitamente na temática do álbum. “What It Is”, “Try Not To Cry” e “Run Devil Run” são destaques. Além delas, os covers de “Blue Jean Bop”, “All Shook Up”, “No Other Baby”, “Shake A Hand” e “Party” resumem bem o restante da obra, com diversidade, energia e vocais fantásticos de Paul.

Para promover o lançamento, Paul pegou a banda de estúdio e fez um show no Cavern Club, antigo clube que promoveu o Beatles no início da carreira. A apresentação foi lançada em DVD e é extremamente recomendada.

Ligue o seu carro, coloque este play e divirta-se com o mais puro Rock And Roll!

Tracklist:

Blue Jean Bop  1:57
She Said Yeah  2:05
All Shook Up  2:04
Run Devil Run  2:35
No Other Baby  4:17
Lonesome Town  3:29
Try Not To Cry  2:40
Movie Magg  2:11
Brown Eyed Handsome Man  2:27
What It Is  2:23
Coquette  2:41
I Got Stung  2:39
Honey Hush  2:35
Shake A Hand  3:50
Party  2:37

Banda (creditada no encarte):

Paul McCartney – vocals, bass guitar, electric guitar, percussion, acoustic guitar
David Gilmour – electric guitar, backing vocals, lap steel guitar
Mick Green – electric guitar
Ian Paice – drums, percussion
Pete Wingfield – keyboards, piano, Hammond organ
Dave Mattacks – drums, percussion
Geraint Watkins – piano
Chris Hall – accordion

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Paul McCartney

Album Cover

Paul McCartney - Press To Play (1986)

Paul tentando soar como Phil Collins e Peter Gabriel
3
Por: André Luiz Paiz
08/06/2018
Album Cover

Paul McCartney - Pipes Of Peace (1983)

Mergulhando na sonoridade oitentista
3.5
Por: André Luiz Paiz
12/04/2018
Album Cover

Paul McCartney - Ram (1971)

O grandioso RAM
4.5
Por: André Luiz Paiz
14/09/2017

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Alice Cooper - DaDa (1983)

Audição interessante, até...
3
Por: Vitor Sobreira
14/02/2019
Album Cover

Cassia Eller - O Marginal (1992)

Rock, blues e afins, para saborear sem moderação
4
Por: Marcel Z. Dio
11/07/2019
Album Cover

AC/DC - Flick Of The Switch (1983)

Tentando se manter no topo
3
Por: Fábio Arthur
28/10/2018