Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Motorhead - Ace Of Spades (1980)

Por: Fábio Arthur

Acessos: 140

Compartilhar:

Facebook Twitter Google +
User Photo
Album Cover
No auge
5
11/11/2018

Em seu quarto, disco o Motorhead trouxe a vertente Speed Metal aflorada e, apesar de ser uma banda de rock pesado, acabaram por assim dizer, sendo referências para um novo estilo dentro do Heavy Metal.

Com "Ace of Spades" o grupo chegou no estrelato, recebendo certificado de ouro e a posição de quarto lugar nas paradas. O long play deu margem para fazerem o ao vivo que sucederia o mesmo e seria muito mais promissor.

A Bronze Records lançou o disco e Vic Maile produziu, assim, em 36 minutos de canções, a banda concebeu o talvez o maior LP de sua carreira. A banda soa muito coesa no disco, estando bem entrosada e com muito energia. 

As faixas são todas de bom gosto. Num futuro em frente, o disco foi relançado com faixas a mais. No entanto, todas as canções são muito bem elaboradas, trazendo um apanhado que misturam uma vertente do passado do grupo e do novo Motorhead naquele momento. 

"Ace of Spades", "Shoot in your Back", "(We Are) The Road Crew", "Jailbait", "Bite the Bullet", "The Chase Better Is Than the Catch" e "The Hammer" são momentos maravilhosos, dentro de uma obra de arte. 

Enfim, o Motorhead se sobressaiu de forma exuberante.

No auge
5
11/11/2018

Em seu quarto, disco o Motorhead trouxe a vertente Speed Metal aflorada e, apesar de ser uma banda de rock pesado, acabaram por assim dizer, sendo referências para um novo estilo dentro do Heavy Metal.

Com "Ace of Spades" o grupo chegou no estrelato, recebendo certificado de ouro e a posição de quarto lugar nas paradas. O long play deu margem para fazerem o ao vivo que sucederia o mesmo e seria muito mais promissor.

A Bronze Records lançou o disco e Vic Maile produziu, assim, em 36 minutos de canções, a banda concebeu o talvez o maior LP de sua carreira. A banda soa muito coesa no disco, estando bem entrosada e com muito energia. 

As faixas são todas de bom gosto. Num futuro em frente, o disco foi relançado com faixas a mais. No entanto, todas as canções são muito bem elaboradas, trazendo um apanhado que misturam uma vertente do passado do grupo e do novo Motorhead naquele momento. 

"Ace of Spades", "Shoot in your Back", "(We Are) The Road Crew", "Jailbait", "Bite the Bullet", "The Chase Better Is Than the Catch" e "The Hammer" são momentos maravilhosos, dentro de uma obra de arte. 

Enfim, o Motorhead se sobressaiu de forma exuberante.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Motorhead

Album Cover

Motorhead - What's Words Worth? (1983)

Disco pouco conhecido lançado no Brasil
4.5
Por: Mário Pescada
24/03/2018
Album Cover

Motorhead - Overkill (1979)

We are Motorhead and we play rock and roll!
5
Por: Fábio Arthur
24/09/2018
Album Cover

Motorhead - Orgasmatron (1986)

Trem-bala a caminho do inferno!
4.5
Por: Vitor Sobreira
26/08/2018

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Overkill - The Wings Of War (2019)

Apenas o bom e velho Thrash Metal
4
Por: Diógenes Ferreira
26/02/2019
Album Cover

Slayer - Hell Awaits (1985)

Slayerrrrrrrrrrrrrrrrrrr
5
Por: Fábio Arthur
06/11/2018
Album Cover

Venom - At War With Satan (1984)

Black Metal inovador
5
Por: Fábio Arthur
25/09/2018