Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: The Who - My Generation (1965)

Por: André Luiz Paiz

Acessos: 188

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
O surgimento de uma nova geração para o rock
4
20/02/2018

O fantástico grupo The Who conseguiu, em 1965, o lançamento de seu primeiro álbum, após encaixar nas paradas alguns hits de sucesso através de singles. Com este disco de estreia, o grupo jamais pensou conseguir o status que alcançou, literalmente influenciando gerações de fãs fanáticos pelo rock.

"My Generation", também lançado como "The Who Sings My Generation", mostra a banda ainda um pouco crua, com o recém chegado baterista Keith Moon. Também com pouca experiência, mas com muito talento. O próprio grupo chegou a rejeitar o trabalho, apesar de aclamado pela crítica.
O disco mostra, primeiramente, que o The Who estava fortemente influenciado pelas bandas de rock que surgiram pouco antes no Reino Unido. É clara a similaridade com a sonoridade abordada na primeira fase dos Beatles, que surgiram nos holofotes um pouco antes, em 1962. A diferença aqui, é que o lado mais feliz do quarteto de Liverpool não é muito explorado, e sim a parte mais rock, o que é uma grande vantagem, fato também que fez com que a banda começasse a implantar a sua identidade logo no primeiro trabalho.

Conclusões que este trabalho nos faz ter:
1. Estava surgindo um fenômeno das baquetas. Keith Moon era fantástico! "My Generation" e "The Ox" estão aí para comprovar;
2. Estava nascendo um compositor fantástico e seu nome é: Pete Townshend;
3. Roger Daltrey começava com o pé direito para cravar seu nome na lista dos maiores frontmen do rock;
4. John Entwistle deixou saudades.

Faixas que você não pode deixar de ouvir: "Out In The Street", "My Generation" (clássico espetacular), "The Kids Are Alright" (esta é muito Beatles), "The Ox" e "La La La Lies". Embora o restante do álbum seja também de ótimo nível.

Volte aos anos sessenta e curta: "My Generation", o ótimo álbum de estreia do The Who.

O surgimento de uma nova geração para o rock
4
20/02/2018

O fantástico grupo The Who conseguiu, em 1965, o lançamento de seu primeiro álbum, após encaixar nas paradas alguns hits de sucesso através de singles. Com este disco de estreia, o grupo jamais pensou conseguir o status que alcançou, literalmente influenciando gerações de fãs fanáticos pelo rock.

"My Generation", também lançado como "The Who Sings My Generation", mostra a banda ainda um pouco crua, com o recém chegado baterista Keith Moon. Também com pouca experiência, mas com muito talento. O próprio grupo chegou a rejeitar o trabalho, apesar de aclamado pela crítica.
O disco mostra, primeiramente, que o The Who estava fortemente influenciado pelas bandas de rock que surgiram pouco antes no Reino Unido. É clara a similaridade com a sonoridade abordada na primeira fase dos Beatles, que surgiram nos holofotes um pouco antes, em 1962. A diferença aqui, é que o lado mais feliz do quarteto de Liverpool não é muito explorado, e sim a parte mais rock, o que é uma grande vantagem, fato também que fez com que a banda começasse a implantar a sua identidade logo no primeiro trabalho.

Conclusões que este trabalho nos faz ter:
1. Estava surgindo um fenômeno das baquetas. Keith Moon era fantástico! "My Generation" e "The Ox" estão aí para comprovar;
2. Estava nascendo um compositor fantástico e seu nome é: Pete Townshend;
3. Roger Daltrey começava com o pé direito para cravar seu nome na lista dos maiores frontmen do rock;
4. John Entwistle deixou saudades.

Faixas que você não pode deixar de ouvir: "Out In The Street", "My Generation" (clássico espetacular), "The Kids Are Alright" (esta é muito Beatles), "The Ox" e "La La La Lies". Embora o restante do álbum seja também de ótimo nível.

Volte aos anos sessenta e curta: "My Generation", o ótimo álbum de estreia do The Who.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de The Who

Album Cover

The Who - Who's Next (1971)

Um grande marco no andamento da banda
5
Por: Tiago Meneses
04/12/2017
Album Cover

The Who - Tommy (1969)

A fantástica história do garoto Tommy
5
Por: André Luiz Paiz
28/08/2017

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Tears for Fears - Everybody Loves A Happy Ending (2004)

De volta com os membros originais, o final foi feliz
4.5
Por: André Luiz Paiz
12/09/2017
Album Cover

Type O Negative - Dead Again (2007)

Gótico, sombrio, e feliz!
4
Por: Tarcisio Lucas
20/09/2018
Album Cover

The Alan Parsons Project - Eye In The Sky (1982)

O encaixe perfeito entre o Pop e o Rock Progressivo.
5
Por: André Luiz Paiz
12/12/2017