Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

  • Últimas Notas de London Town

Resenha: Wings - London Town (1978)

Por: André Luiz Paiz

Acessos: 220

Compartilhar:

Facebook Twitter Google +
User Photo
Album Cover
Novamente reduzido a trio, porém com McCartney em grande fase criativa
4
18/12/2017

Após o grande sucesso de "Wings At The Speed Of Sound" e da turnê "Wings Over The World", Paul seguia motivado, disposto a produzir e excursionar mais e mais. Assim, em 1977, partiram novamente para o Abbey Road Studios e começaram a trabalhar em algumas canções. Durante o planejamento da próxima turnê, uma surpresa: Linda estava novamente grávida, agora do terceiro filho de Paul, James McCartney.
Com a mudança de planos devido à gravidez de Linda, havia tempo de sobra, o que despertou novamente em Paul aquela vontade lá dos tempos de "Band On The Run", de buscar inspiração em lugares alternativos. Assim, alugaram um iate nas Ilhas Virgens chamado "Fair Carol" e começaram os trabalhos. Durante todo o processo, vários obstáculos surgiram no caminho. Primeiramente, pelo pouco espaço diante do montante de equipamentos necessários para alocação dentro do barco. Depois, porque o baterista Joe English partiu com saudades de casa e o guitarrista Jimmy McCulloch deixou o grupo para fazer parte da banda Small Faces. Novamente os Wings estava reduzido a um trio.
Problemas deixados de lado, após o lançamento, "London Town" se consolidou como um dos melhores álbuns da carreira de McCartney. Primeiramente, emplacou em um single a magnífica "Mull Of Kintyre", faixa que desbancou o single mais vendido dos Beatles, "She Loves You". Em segundo, pela qualidade das demais faixas, que traziam diversificação e modernização ao som da banda. Vamos falar um pouco sobre elas:

"London Town" é a minha favorita. Uma canção de melodia encantadora, que arrepia e emociona com suas linhas perfeitas. As vocalizações são belíssimas e a faixa poderia figurar em qualquer álbum dos Beatles da segunda fase.
"Cafe on the Left Bank" é uma boa faixa com características das faixas rock dos anos 70.
"I'm Carrying" é a tradução da inspiração de Paul diante da gravidez de Linda. Uma bela balada acústica.
"Backwards Traveller" é uma faixa de rock que só tem um problema: é curta demais. Paul canta rasgado, perfeito, em mais um refrão com vocalizações excelentes. A faixa se conecta com a instrumental "Cuff Link", que também é curta demais e não deixa a desejar.
Denny Laine assume os vocais na balada quase folk "Children Children". A faixa não é espetacular, mas também não compromete.
"Girlfriend" é uma balada no estilo "So Sad", do álbum "Pipes Of Peace". O destaque interessante aqui é que ela foi gravada e lançada por Michael Jackson no álbum "Off The Wall", de 1979. Gosto mais da versão de Paul.
De volta ao rock, agora no estilo "Smile Away" do álbum RAM, "I've Had Enough" é bem legal e possui vídeo clipe disponível no You Tube.
Sem deixar a peteca cair, começamos o lado B do LP com a excelente "With a Little Luck", que atingiu o número um nos Estados Unidos e o quinto lugar no Reino Unido. Uma balada de melodia belíssima, com destaque total para Paul nos vocais. Uma das melhores faixas que já compôs.
"Famous Groupies" é uma faixa bem diferente e divertida. Curiosamente também está na lista das doze canções mais estranhas de Paul (Rolling Stone).
Danny Laine compôs a maior parte de "Deliver Your Children" no período em que registravam o álbum "Venus And Mars". É a melhor contribuição de Laine em toda a carreira dos Wings. Uma faixa rock com excelente vocal de apoio de Paul.
Em relação à trinca que encerra os trabalhos, "Name And Address" é a melhor delas, sendo diferente das demais faixas do álbum. Uma boa faixa de rock com letra divertida. Já a folk "Don't Let It Bring You Down" não empolga e "Morse Moose And The Grey Goose" é a maneira de Paul homenagear o Rock Psicodélico setentista que lhe chamou a atenção no início dos anos 70, principalmente com o disco de estreia do Pink Floyd. Uma faixa com estrutura parecida com "Nineteen Hundred and Eighty-Five", do álbum "Band on The Run".

No single da já citada e espetacular "Mull Of Kintyre", foi lançada a também rock "Girls' School". Mais uma faixa divertida e que poderia figurar tranquilamente no tracklist do álbum.

Após o lançamento de "London Town", Paul desfrutaria do sucesso de "Mull Of Kintyre" e "With A Little Luck" reservando um tempo para curtir o nascimento de James. Mas logo voltaria, com nova formação e pronto para cair na estrada.

Novamente reduzido a trio, porém com McCartney em grande fase criativa
4
18/12/2017

Após o grande sucesso de "Wings At The Speed Of Sound" e da turnê "Wings Over The World", Paul seguia motivado, disposto a produzir e excursionar mais e mais. Assim, em 1977, partiram novamente para o Abbey Road Studios e começaram a trabalhar em algumas canções. Durante o planejamento da próxima turnê, uma surpresa: Linda estava novamente grávida, agora do terceiro filho de Paul, James McCartney.
Com a mudança de planos devido à gravidez de Linda, havia tempo de sobra, o que despertou novamente em Paul aquela vontade lá dos tempos de "Band On The Run", de buscar inspiração em lugares alternativos. Assim, alugaram um iate nas Ilhas Virgens chamado "Fair Carol" e começaram os trabalhos. Durante todo o processo, vários obstáculos surgiram no caminho. Primeiramente, pelo pouco espaço diante do montante de equipamentos necessários para alocação dentro do barco. Depois, porque o baterista Joe English partiu com saudades de casa e o guitarrista Jimmy McCulloch deixou o grupo para fazer parte da banda Small Faces. Novamente os Wings estava reduzido a um trio.
Problemas deixados de lado, após o lançamento, "London Town" se consolidou como um dos melhores álbuns da carreira de McCartney. Primeiramente, emplacou em um single a magnífica "Mull Of Kintyre", faixa que desbancou o single mais vendido dos Beatles, "She Loves You". Em segundo, pela qualidade das demais faixas, que traziam diversificação e modernização ao som da banda. Vamos falar um pouco sobre elas:

"London Town" é a minha favorita. Uma canção de melodia encantadora, que arrepia e emociona com suas linhas perfeitas. As vocalizações são belíssimas e a faixa poderia figurar em qualquer álbum dos Beatles da segunda fase.
"Cafe on the Left Bank" é uma boa faixa com características das faixas rock dos anos 70.
"I'm Carrying" é a tradução da inspiração de Paul diante da gravidez de Linda. Uma bela balada acústica.
"Backwards Traveller" é uma faixa de rock que só tem um problema: é curta demais. Paul canta rasgado, perfeito, em mais um refrão com vocalizações excelentes. A faixa se conecta com a instrumental "Cuff Link", que também é curta demais e não deixa a desejar.
Denny Laine assume os vocais na balada quase folk "Children Children". A faixa não é espetacular, mas também não compromete.
"Girlfriend" é uma balada no estilo "So Sad", do álbum "Pipes Of Peace". O destaque interessante aqui é que ela foi gravada e lançada por Michael Jackson no álbum "Off The Wall", de 1979. Gosto mais da versão de Paul.
De volta ao rock, agora no estilo "Smile Away" do álbum RAM, "I've Had Enough" é bem legal e possui vídeo clipe disponível no You Tube.
Sem deixar a peteca cair, começamos o lado B do LP com a excelente "With a Little Luck", que atingiu o número um nos Estados Unidos e o quinto lugar no Reino Unido. Uma balada de melodia belíssima, com destaque total para Paul nos vocais. Uma das melhores faixas que já compôs.
"Famous Groupies" é uma faixa bem diferente e divertida. Curiosamente também está na lista das doze canções mais estranhas de Paul (Rolling Stone).
Danny Laine compôs a maior parte de "Deliver Your Children" no período em que registravam o álbum "Venus And Mars". É a melhor contribuição de Laine em toda a carreira dos Wings. Uma faixa rock com excelente vocal de apoio de Paul.
Em relação à trinca que encerra os trabalhos, "Name And Address" é a melhor delas, sendo diferente das demais faixas do álbum. Uma boa faixa de rock com letra divertida. Já a folk "Don't Let It Bring You Down" não empolga e "Morse Moose And The Grey Goose" é a maneira de Paul homenagear o Rock Psicodélico setentista que lhe chamou a atenção no início dos anos 70, principalmente com o disco de estreia do Pink Floyd. Uma faixa com estrutura parecida com "Nineteen Hundred and Eighty-Five", do álbum "Band on The Run".

No single da já citada e espetacular "Mull Of Kintyre", foi lançada a também rock "Girls' School". Mais uma faixa divertida e que poderia figurar tranquilamente no tracklist do álbum.

Após o lançamento de "London Town", Paul desfrutaria do sucesso de "Mull Of Kintyre" e "With A Little Luck" reservando um tempo para curtir o nascimento de James. Mas logo voltaria, com nova formação e pronto para cair na estrada.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Wings

Album Cover

Wings - Back To The Egg (1979)

Uma nova tentativa com um final precoce e inesperado
4
Por: André Luiz Paiz
03/01/2018
Album Cover

Wings - Venus And Mars (1975)

A banda de Paul McCartney seguindo em ascensão
4
Por: André Luiz Paiz
10/11/2017
Album Cover

Wings - Wild Life (1971)

Wild Life e a sua importância para a carreira de McCartney
3.5
Por: André Luiz Paiz
28/09/2017

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Belle And Sebastian - The Boy With The Arab Strap (1998)

Intimista, tímida, melancólica e sem fronteiras
4
Por: Tarcisio Lucas
12/12/2017
Album Cover

Kylie Minogue - Kylie Christmas (2015)

Oportunidade desperdiçada
2.5
Por: Roberto Rillo Bíscaro
03/04/2018
Album Cover

Yes - The Yes Album (1971)

O primeiro passo rumo à estratosfera da criatividade musical.
5
Por: Tiago Meneses
09/11/2017