Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Phil Collins - Face Value (1981)

Por: André Luiz Paiz

Acessos: 173

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
A estreia da faceta pop de Phil Collins
4
14/08/2017

Estamos em 1980. Após anos e mais anos de turnês consecutivas, o Genesis entrava em um pequeno hiato para recarregar as baterias. Phil Collins, passando por dificuldades em seu casamento, decide utilizar seu tempo livre para aprimorar seu lado compositor. Com o passar do tempo, Phil foi notando que a situação pessoal que enfrentava fortemente influenciava em suas composições, inundando sua mente com ideias extremamente criativas.
Neste período, mais precisamente em 1981, sai: Face Value. E o mundo virava, de maneira sincronizada, para uma única direção. O disco foi um grande sucesso. Músicas como "In The Air Tonight" e "I Missed Again" tocavam nas rádios constantemente. E ainda tocam.
Além dos hits, várias outras canções se destacam, onde Phil explora uma musicalidade que não se encaixava na proposta do Genesis. "This Must Be Love" e "If Leaving Me Is Easy" são ótimos exemplos. Por ser seu primeiro trabalho, algumas composições ainda necessitavam de aprimoramento, mas sem prejudicar o trabalho como um todo.
Um detalhe que poucos sabem, Phil produziu tanto material de qualidade que despertou a atenção de Tony Banks (tecladista do Genesis), que rapidamente adaptou algumas de suas melhores ideias para o álbum "Duke", que o Genesis viria a lançar antes mesmo deste trabalho, em 1980. Sim, "Misunderstanding" e a maravilhosa "Please Don't Ask" são de autoria de Mr. Phil.

Com este trabalho, Phil Collins dava início à sua caminhada rumo ao estrelato.

A estreia da faceta pop de Phil Collins
4
14/08/2017

Estamos em 1980. Após anos e mais anos de turnês consecutivas, o Genesis entrava em um pequeno hiato para recarregar as baterias. Phil Collins, passando por dificuldades em seu casamento, decide utilizar seu tempo livre para aprimorar seu lado compositor. Com o passar do tempo, Phil foi notando que a situação pessoal que enfrentava fortemente influenciava em suas composições, inundando sua mente com ideias extremamente criativas.
Neste período, mais precisamente em 1981, sai: Face Value. E o mundo virava, de maneira sincronizada, para uma única direção. O disco foi um grande sucesso. Músicas como "In The Air Tonight" e "I Missed Again" tocavam nas rádios constantemente. E ainda tocam.
Além dos hits, várias outras canções se destacam, onde Phil explora uma musicalidade que não se encaixava na proposta do Genesis. "This Must Be Love" e "If Leaving Me Is Easy" são ótimos exemplos. Por ser seu primeiro trabalho, algumas composições ainda necessitavam de aprimoramento, mas sem prejudicar o trabalho como um todo.
Um detalhe que poucos sabem, Phil produziu tanto material de qualidade que despertou a atenção de Tony Banks (tecladista do Genesis), que rapidamente adaptou algumas de suas melhores ideias para o álbum "Duke", que o Genesis viria a lançar antes mesmo deste trabalho, em 1980. Sim, "Misunderstanding" e a maravilhosa "Please Don't Ask" são de autoria de Mr. Phil.

Com este trabalho, Phil Collins dava início à sua caminhada rumo ao estrelato.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Lonely Robot - Please Come Home (2015)

Rock progressivo com atmosfera interessante
4
Por: André Luiz Paiz
28/11/2017
Album Cover

Northward - Northward (2018)

Uma pena ser apenas um projeto, e não uma banda!
5
Por: João Paulo
23/10/2018
Album Cover

Blackmore's Night - All Our Yesterdays (2015)

O moderno e o medieval, lado a lado!
5
Por: Tarcisio Lucas
13/06/2018