Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Eloy - Eloy (1971)

Por: André Luiz Paiz

Acessos: 77

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
Ainda sem direcionamento, mas com potencial
3
21/09/2019

Hoje é seguro dizer que o Eloy é uma das grandes bandas de rock progressivo dos anos 70. Apesar de ser um grupo alemão, não é considerado parte do Krautrock, por soar mais próximo das bandas britânicas como Yes e Pink Floyd. Seu nome foi inspirado em Eloi, uma raça do futuro na história "A Máquina do Tempo", de H.G. Wells. Aqui, o grupo mostra quais as suas raízes e influências e também indícios dos vários caminhos que viriam a explorar no futuro.

"Eloy", o álbum, traz uma combinação interessante de influências. Claramente temos o rock dos grupos como o Purple, Uriah Heep e o The Who, mas há claramente a intenção de inserir elementos mais virtuosos, como já faziam os grupos ELP e Yes. É um rock mais pesado, conduzido pelo tradicional órgão dos anos 70. Em alguns momentos, a banda acaba se perdendo e os temas não são explorados como deveriam, sendo que acabamos esperando por algo que não acontecerá e tudo acaba com uma certa frustração. Do lado positivo, temos grandes melodias, um ótimo vocalista e uma grande banda, que viria a se desenvolver já no seu próximo lançamento, com já algumas mudanças de line-up.

As melhores faixas são "Today", "Something Yellow", "Song Of A Paranoid Soldier" e a ótima "Isle Of Sun". Essas quatro já valem a conferência.

Não é um clássico, mas vale para quem é fã dos estilos citados, fã do grupo e também para os devoradores de discografias. Se você gosta de ir direto ao ponto e começar pelos melhores, pode pular sem medo.

Banda:

- Erich Schriever / lead vocals, keyboards
- Frank Bornemann / guitar, harmonica, percussion
- Manfred Wieczorke / guitar, bass, vocals
- Wolfgang Stöcker / bass
- Helmut Draht / drums

Ainda sem direcionamento, mas com potencial
3
21/09/2019

Hoje é seguro dizer que o Eloy é uma das grandes bandas de rock progressivo dos anos 70. Apesar de ser um grupo alemão, não é considerado parte do Krautrock, por soar mais próximo das bandas britânicas como Yes e Pink Floyd. Seu nome foi inspirado em Eloi, uma raça do futuro na história "A Máquina do Tempo", de H.G. Wells. Aqui, o grupo mostra quais as suas raízes e influências e também indícios dos vários caminhos que viriam a explorar no futuro.

"Eloy", o álbum, traz uma combinação interessante de influências. Claramente temos o rock dos grupos como o Purple, Uriah Heep e o The Who, mas há claramente a intenção de inserir elementos mais virtuosos, como já faziam os grupos ELP e Yes. É um rock mais pesado, conduzido pelo tradicional órgão dos anos 70. Em alguns momentos, a banda acaba se perdendo e os temas não são explorados como deveriam, sendo que acabamos esperando por algo que não acontecerá e tudo acaba com uma certa frustração. Do lado positivo, temos grandes melodias, um ótimo vocalista e uma grande banda, que viria a se desenvolver já no seu próximo lançamento, com já algumas mudanças de line-up.

As melhores faixas são "Today", "Something Yellow", "Song Of A Paranoid Soldier" e a ótima "Isle Of Sun". Essas quatro já valem a conferência.

Não é um clássico, mas vale para quem é fã dos estilos citados, fã do grupo e também para os devoradores de discografias. Se você gosta de ir direto ao ponto e começar pelos melhores, pode pular sem medo.

Banda:

- Erich Schriever / lead vocals, keyboards
- Frank Bornemann / guitar, harmonica, percussion
- Manfred Wieczorke / guitar, bass, vocals
- Wolfgang Stöcker / bass
- Helmut Draht / drums

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Eloy

Album Cover

Eloy - Ocean (1977)

Uma obra-prima e de fácil acesso a qualquer ouvido.
5
Por: Tiago Meneses
14/10/2017

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Yes Featuring ARW - Live At The Apollo (2018)

Sua melhor metade em competente álbum ao vivo
4
Por: Roberto Rillo Bíscaro
07/10/2018
Album Cover

Discipline - Captives Of The Wine Dark Sea (2017)

Abaixo do próprio padrão, mas ainda expirando qualidade.
3
Por: Tiago Meneses
21/02/2018
Album Cover

Yezda Urfa - Boris (1975)

Uma mistura entre sonoridades imitativas e linhas particulares.
3.5
Por: Tiago Meneses
12/11/2017