Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

Resenha: Lyria - Immersion (2018)

Por: André Luiz Paiz

Acessos: 119

Compartilhar:

Facebook Twitter
User Photo
Album Cover
Evolução surpreendente
4.5
06/06/2019

Quatro anos após o lançamento de "Catharsis", o Lyria retorna com "Immersion", mais uma vez amparado pelos seus fiéis escudeiros, os fãs, em um novo projeto de crowdfunding.

"Immersion" traz, além de uma pequena mudança de formação com a troca de baterista, uma banda mais madura e segura de onde quer chegar. O grupo explora a mesma fórmula do álbum primogênito, mas com ainda mais eficiência, trazendo músicas ainda mais precisas e interessantes.

"Follow the Music" é uma excelente faixa de abertura. Aline canta e encanta com suas linhas mais graves e melódicas. Podemos constatar também que a produção é novamente destaque.
"Get What You Want" aterrissa como potencial hit do álbum. Bons vocais, principalmente as linhas guturais do refrão, além de bons riffs de guitarra. Assim também acontece com "Let Me Be Me", que é mais leve e melódica, além de encantar na primeira audição. Ao chegarmos na faixa "The Rain", somos novamente surpreendidos com uma grande faixa. Sim, são três candidatas a hit em sequência, tamanha a qualidade do material. 
Seguindo com "Give You Just a Minute", aqui dá pra respirar um pouco. A faixa é mais cadenciada e acalma os ânimos, ainda que mantenha a qualidade. Necessário, pois na sequência, "Best of Me" é de arrepiar, de tão bela a sua melodia. Boa cadência e refrão excelente. Já nem sei mais qual é a minha favorita...
Aline se destaca novamente com sua interpretação da bela balada "Last Forever". Linda faixa, posicionada no lugar certo.
O peso retorna com os ótimos riffs de guitarra de "Hard To Believe". Aqui, voltamos no tempo, recordando da fase final do Nightwish com Tarja.
Seguindo em direção ao final do álbum, gosto da cadência e energia das faixas "Something is Rotten" e "Ashes of My Fears", com esta última novamente trazendo boas e imprevisíveis melodias vocais. Por fim, o álbum conclui-se de maneira emocionante, com a balada "Run to You". Outro momento brilhante.

Depois de "Immersion", é impossível não se tornar fã do Lyria. Até onde eles podem chegar? Isso só depende de nós.
Um álbum imperdível para os fãs de metal sinfônico e metal alternativo.

Evolução surpreendente
4.5
06/06/2019

Quatro anos após o lançamento de "Catharsis", o Lyria retorna com "Immersion", mais uma vez amparado pelos seus fiéis escudeiros, os fãs, em um novo projeto de crowdfunding.

"Immersion" traz, além de uma pequena mudança de formação com a troca de baterista, uma banda mais madura e segura de onde quer chegar. O grupo explora a mesma fórmula do álbum primogênito, mas com ainda mais eficiência, trazendo músicas ainda mais precisas e interessantes.

"Follow the Music" é uma excelente faixa de abertura. Aline canta e encanta com suas linhas mais graves e melódicas. Podemos constatar também que a produção é novamente destaque.
"Get What You Want" aterrissa como potencial hit do álbum. Bons vocais, principalmente as linhas guturais do refrão, além de bons riffs de guitarra. Assim também acontece com "Let Me Be Me", que é mais leve e melódica, além de encantar na primeira audição. Ao chegarmos na faixa "The Rain", somos novamente surpreendidos com uma grande faixa. Sim, são três candidatas a hit em sequência, tamanha a qualidade do material. 
Seguindo com "Give You Just a Minute", aqui dá pra respirar um pouco. A faixa é mais cadenciada e acalma os ânimos, ainda que mantenha a qualidade. Necessário, pois na sequência, "Best of Me" é de arrepiar, de tão bela a sua melodia. Boa cadência e refrão excelente. Já nem sei mais qual é a minha favorita...
Aline se destaca novamente com sua interpretação da bela balada "Last Forever". Linda faixa, posicionada no lugar certo.
O peso retorna com os ótimos riffs de guitarra de "Hard To Believe". Aqui, voltamos no tempo, recordando da fase final do Nightwish com Tarja.
Seguindo em direção ao final do álbum, gosto da cadência e energia das faixas "Something is Rotten" e "Ashes of My Fears", com esta última novamente trazendo boas e imprevisíveis melodias vocais. Por fim, o álbum conclui-se de maneira emocionante, com a balada "Run to You". Outro momento brilhante.

Depois de "Immersion", é impossível não se tornar fã do Lyria. Até onde eles podem chegar? Isso só depende de nós.
Um álbum imperdível para os fãs de metal sinfônico e metal alternativo.

Sample photo

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Mais Resenhas de Lyria

Album Cover

Lyria - Catharsis (2014)

Destaque do metal sinfônico nacional
4
Por: André Luiz Paiz
06/06/2019

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Album Cover

Rhapsody of Fire - Legendary Tales (1997)

Músicas lendárias!
5
Por: Tarcisio Lucas
04/01/2019
Album Cover

Dimmu Borgir - Eonian (2018)

Apenas um bom disco
3
Por: Marcio Alexandre
06/05/2018
Album Cover

Dimmu Borgir - Abrahadabra (2010)

Criando com suas palavras!
4
Por: Vitor Sobreira
01/11/2017