Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

...

Entrevista - Tobias Sammet

Relacionado com: Avantasia, Edguy
Data da Entrevista: 25/02/2019
Autor: André Luiz Paiz

Acessos: 626

Compartilhar:

Facebook Twitter Google +

O incansável Tobias Sammet está de volta com o seu famoso projeto Avantasia. O novo trabalho denominado “Moonglow” acaba de ser lançado e já está alcançando números impressionantes para um projeto de metal. Mais uma vez, conta com grandes nomes da cena e já começa os preparativos para uma turnê mundial.
Gentilmente, Tobias nos atendeu, se desculpou pela falta de tempo e por não poder falar sobre tudo o que gostaríamos, mas promete uma entrevista maior no futuro. De qualquer forma, é um prazer tê-lo em uma conversa exclusiva para o 80 Minutos.

Confira!

Aproveite para garantir a sua cópia de “Moonglow” no site da Nuclear Blast.

1. Olá Tobias! Meu nome é André e eu falo em nome do 80 Minutos, um site brasileiro criado para que as pessoas possam comentar sobre os seus álbuns favoritos.

Olá André.
Muito obrigado pelo seu interesse a apoio.

2. “Moonglow”, novo álbum do Avantasia, acaba de ser lançado. Como você está se sentindo com mais esta conquista?

O álbum acaba de ser lançado e já partiu do zero para número um na Alemanha! Você pode imaginar o quanto estou feliz e empolgado.

3. Você pode nos contar um pouco mais sobre a parte conceitual que compõe a temática deste trabalho? Qual foi a origem da inspiração?

A inspiração está sempre ao meu redor. Tudo o que acontece à minha volta traz algum impacto. Eu tento trabalhar com as coisas que tocam a minha alma. Eu admiro o mundo dos autores clássicos do Romantismo Negro (sub-gênero no qual fizeram parte nomes como Edgar Allan Poe e Nathaniel Hawthorne) e conto uma história sobre uma pessoa que foi posta dentro de uma realidade em que parece não haver lugar para ela. Essa pessoa está vivendo na escuridão, pois o mundo para os belos e fortes não foi feito para ela. Basicamente, também traz a mensagem de que você não conseguirá atender as expectativas das outras pessoas se decidir seguir o seu próprio caminho.

4. Quando ouvi o single “The Raven Child”, a primeira coisa que pensei foi que você sempre nos traz uma versão mais aprimorada de si. Concorda com a minha opinião?

Não sei... Obrigado por dizer isso. Eu apenas quis começar o álbum com algo que refletisse o que eu estava sentindo. Alto e suave, com elementos célticos, refrãos pomposos, e alternando entre momentos rápidos e lentos. Esta música necessita de atenção e não é uma canção usual, daquelas que você ouvirá no rádio.

5. E estamos falando de uma canção tão épica, que poderia tranquilamente compôr a trilha sonora de um filme. Você já considerou esta possibilidade?

Se uma oportunidade desta surgir, não vejo porque não… se eu pudesse ter o tempo disponível, já que no momento está bastante limitado.

6. Uma questão que me veio à cabeça agora, quando você está em estúdio criando música, você escreve, desenvolve e usa qualquer material que surge? Digo, qual o processo que você utiliza e como ele se inicia? Você desenvolve uma ideia com potencial para o Edguy mesmo dentro de uma sessão de composições para o Avantasia?

Obviamente, há uma grande vantagem em ter um estúdio em casa. Eu posso começar a trabalhar logo que uma ideia surge.
Às vezes, eu toco algo no piano e gravo, sem qualquer conceito. Eu tenho imagens na minha cabeça, e consigo pensar em uma voz para seguir e começo a desenvolvê-la passo a passo. Geralmente eu tenho a música pronta antes de finalizar as letras. Quando estou compondo, se estou trabalhando com o Avantasia, é o Avantasia e a concentração total é com ele.

7. O Avantasia está se preparando para viajar o mundo em uma nova turnê. O que podemos esperar dela?

Nós tocaremos um longo show e sem banda de apoio. Será definitivamente uma noite do Avantasia! Tocaremos algumas músicas do “Moonglow”, obviamente, mas também muito do material mais antigo e clássico do Avantasia. Teremos diversos músicos convidados e viajaremos com um palco enorme. Será um palco em que os fãs poderão mergulhar e esquecer do mundo do lado de fora.

8. O Avantasia e, especialmente você, também ficaram famosos por dar um novo par de asas a Michael Kiske que, neste momento, está voando mais alto do que nunca. Primeiramente: obrigado! Em segundo, como você se sente quanto a isso?

Sim, foi mágico. Michael possui uma grande voz e presença de palco. Sou muito feliz por tê-lo em minha música. Também estou feliz pelo seu sucesso com a enorme turnê de reunião do Helloween. Infelizmente, ele não fará parte da nossa turnê, pois necessita de um descanso após excursionar por 2 anos com eles.

9. Falando um pouco sobre um dos seus convidados, Eric Martin. Eu recentemente o entrevistei e fiz uma pergunta sobre você. Ele disse: “Tobias Sammet é o Napoleão do Power Metal… ele é um grande mestre e um grande líder, além de possuir um senso de humor fantástico”. Isso é algo bem satisfatório, não é? Digo, além do reconhecimento, poder trabalhar com grandes nomes e conseguir lidar com todas as situações profissionais que envolvem este tipo de trabalho. Contratos, egos, agendas, etc. É difícil?

Obrigado. É engraçado ouvir isso.
Não há problema nenhum, nós todos somos grandes amigos e há muito respeito entre as pessoas para lidar com tudo ao redor. Sem qualquer problema mesmo, é tudo muito fácil.

10. Além de Bruce Dickinson, você já tentou contato com outras lendas como Paul Stanley, David Coverdale e Sammy Hagar para participarem do Avantasia?

Já entrei em contato com alguns, mas eles simplesmente não querem fazer… Eu tenho uma lista e quem sabe um dia algum deles esteja disposto. Nunca se sabe...

11. Neste momento enquanto nos falamos, uma pessoa está em seu carro dirigindo para o trabalho, ou na academia, ou dentro de um ônibus ouvindo a sua música. Como você se sente em poder fazer parte da vida de tantas pessoas ao redor do mundo? Qual o significado de um fã?

Os fãs são as pessoas mais importantes do mundo. Sem eles, nada teria acontecido com a minha música. Sou eternamente grato!

12. Tobias, agradeço enormemente por dedicar um tempo ao 80 Minutos e desejo-lhe sucesso com “Moonglow” e projetos futuros. Nós esperamos que você possa vir ao Brasil o mais rápido possível. Muito obrigado!

Muito obrigado mais uma vez pelo seu apoio. Não vejo a hora de vê-los no Brasil no início de Junho. OBRIGADO POR TUDO! (em português).


Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Marcelo Barbosa

Relacionado com: Almah, Angra, Khallice, Marcelo Barbosa
Data da Entrevista: 07/03/2019

Cadastro por: André Luiz Paiz
Em: 12/03/2019

Kip Winger

Relacionado com: Kip Winger, The Mob, Winger
Data da Entrevista: 04/03/2019

Cadastro por: André Luiz Paiz
Em: 06/03/2019

Hugão Away

Relacionado com: Fúria Louca
Data da Entrevista: 24/02/2019

Cadastro por: Diógenes Ferreira
Em: 06/03/2019

Luiz "Tilly" Alexandre

Relacionado com: Silent
Data da Entrevista: 22/02/2019

Cadastro por: Diógenes Ferreira
Em: 01/03/2019