Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Black Funeral: A história do Mercyful Fate (2020)

Autor(es): Martin Popoff

Acessos: 72


Mercyful Fate: livro analisa as todas músicas, discos, satanismo e muito mais

Por: Mário Pescada

17/11/2020

O escritor Martin Popoff tem um talento incrível para juntar centenas de reportagens, notícias, resenhas, entrevistas próprias e de terceiros para contar uma única história. Após ler "Black Funeral: A História do MERCYFUL FATE", livro lançado pela Editora Denfire esse ano, vemos que ele conseguiu de novo lançar um livro relevante, provavelmente tendo um bom trabalho adicional, pois, falar de MERCYFUL FATE sem falar do grupo KING DIAMOND e suas relações muitas vezes recíprocas, faz quase o livro ser um dois em um.

Popoff conta como o então técnico de laboratório dinamarquês Kim Bendix Petersen (o KING DIAMOND) foi passando pelas bandas formadas na sua juventude, BRAINSTORM, BLACK ROSE e a proto-punk BRATS, por "culpa" de ALICE COOPER e sua "Welcome To My Nightmare tour" de 1978 e de David Byron (URIAH HEEP) até chegar ao marcante personagem KING DIAMOND e ao relevante MERCYFUL FATE.

Dessas bandas, o BRATS chegou a gravar dois discos, mas acabou ficando sem apoio da gravadora. Já o BLACK ROSE, essa sim trazia em si o embrião do que viria a ser o MERCYFUL FATE: performances teatrais para chocar o público, pintura facial, efeitos de palco como explosões e uma pegada mais heavy metal.

O curioso é que o MERCYFUL FATE surge devido ao "gravíssimo" motivo do tecladista ter vendido seu teclado sem avisar o resto da banda. Um fim já premeditado, claro, e que acabou trazendo ao mundo uma banda que elevaria o heavy e speed metal com seu vocalista cheio de falsetes e a dupla afiada de guitarristas Hank Shermann - Michael Denner, influenciaria anos depois o black metal europeu pelas suas letras explicitamente satanistas/ocultistas embaladas em pintura corpse paint, e ainda atingiria o thrash metal, graças a fãs como o também dinamarquês Lars Ulrich (METALLICA) e da também lendária dupla de guitarristas King-Hanneman (SLAYER).

De forma bem detalhada, Popoff passa, faixa a faixa, disco a disco, TODO material que o MERCYFUL FATE lançou, do o EP "Nuns Have No Fun" (1982) até "9" (1999), incluindo coletâneas. Também relata momentos vividos pelo grupo dentro e fora dos palcos, bastidores de gravação, como foi a construção do estilo único de cantar de KING DIAMOND, as muitas mudanças de formação, etc.

E claro, também temos as sempre interessantes histórias extramusicais, como a desprezada capa original de "Melissa" (1983), casos do assombrado apartamento de KING DIAMOND, paranormalidade, sua concepção do que é satanismo e como afinal ele se relaciona com as demais religiões, seu encontro com Anton LaVey, sua amizade e a sobrevida que o METALLICA trouxe a sua carreira por conta dos covers, etc.

Há momentos no livro em que o leitor pode se perder um pouco, afinal, falando de MERCYFUL FATE e do músico e banda KING DIAMOND (a criatura que superou o criador, para muitos) ao mesmo tempo, pode criar certa confusão em alguns momentos, ainda mais quando entra na fase em que as duas bandas corriam em paralelo.

Esse é o terceiro trabalho de Popoff lançado pela Editora Denfire no Brasil. Suas duas outras obras são "Hit The Lights: O Nascimento do Thrash" e "Where Eagles Dare - IRON MAIDEN nos Anos 80"). Quem conhece algum desses dois, com certeza não vai se desapontar com esse lançamento de agora, já quem não conhece, deve ir atrás de qualquer um desses livros.

O livro tem 200 páginas, tamanho A5, recheio em papel couchè de 115g, fotos coloridas, discografia, etc. Seu sucesso foi tão grande, que a primeira tiragem se esgotou rapidamente, restando algumas cópias com lojistas especializados (veja a relação ao final da matéria).

Fica então essa grande oportunidade aos fãs, tanto do MERCYFUL FATE, quanto de KING DIAMOND, conhecerem a fundo essa seminal banda e esse artista singular.

Ficha
Título: Black Funeral: A História do Mercyful Fate (Original: Black Funeral: Into The Coven With Mercyful Fate)
Autor: Martin Popoff
Ano: 2020
Idioma: Português
Conteúdo: 200 páginas
Editora: Denfire: editoradenfire.com

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.