Para os que respiram música assim como nós


Resenha: Where Eagles Dare: Iron Maiden Nos Anos 80 (2020)

Autor(es): Martin Popoff

Acessos: 63


Iron Maiden: livro que cobre a fase anos 80 é espetacular

Por: Mário Pescada

17/11/2020

"Lá vem mais um livro contando a história do IRON MAIDEN" pode pensar em um primeiro momento o(a) leitor(a) imediatista, porém, devo logo interromper tal pensamento e dizer que não: o que temos aqui é um baita livro sobre o IRON MAIDEN, isso sim!

Em "Where Eagles Dare - IRON MAIDEN nos Anos 80", mais uma vez o autor Martin Popoff marca outro golaço graças a sua forma magistral de contar uma história utilizando trechos de entrevistas passadas e relatos pessoais de quem estava envolvido e viveu diretamente a história, como os próprios músicos, agentes, músicos de outras bandas e até ele mesmo. Digo outro golaço, porque, para quem não sabe, seu livro anterior, "Hit The Lights: O Nascimento do Thrash", lançado ano passado também pela Editora Denfire, seguiu essa mesma fórmula e é outro que precisa ser lido.

Popoff, que é fã declarado da Donzela de Ferro e vivenciou o surgimento desse ícone do heavy metal, faz uso aqui da sua visão de fã, mas muito mais do jornalista especializado em rock/metal que se tornou - para quem não conhece, Popoff possui 90 (!) livros sobre rock/metal, 1.800 entrevistas e pasmem, mais de 7.900 resenhas, além de ter sido editor/colaborador em dezenas de revistas, sites, canais de TV, etc.

O autor vai desde os primórdios da fundação da banda com suas inúmeras mudanças de formação, analisando disco a disco, música por música, até terminar essa incrível história de sucesso em "Seventh Son Of The Seventh Son" (1987).

As 214 páginas podem parecer insuficientes à primeira vista para contar tanta história vivida desse período de 15 intensos anos, mas Popoff conseguiu de forma brilhante e, mais importante, cativante, inserir dezenas de detalhes no livro, como a influência de WISHBONE ASH sobre Steve Harris (chamado aqui de dono da banda), a inspiração no filme "The Man In The Iron Mask" (1939) para batizar a banda (e não em Margaret Thatcher), o furacão punk britânico que tomou o circuito londrino de shows, pinceladas no que foi a New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM), o surgimento e desaparecimento de várias bandas e sua relação com o IRON MAIDEN, o que foi a Soundhouse (de onde saiu o cartão de visitas da banda, o The Soundhouse Tapes), a obscura coletânea "Metal For Muthas" (1980), Eddie quase ter sido batizado como Bert (pensem nisso!), a saída "natural" de Di'Anno e as negociações com Bruce Dickinson, fatos por trás das memoráveis capas do ilustrador Derek Riggs, a quase desconhecida capa venezuelana de "Maiden Japan" (1981) e várias outras, muitas que mesmo fãs die-hard da banda não devem conhecer em detalhes.

Ao final, ainda tem a sessão Discografia com todos os detalhes de cada disco: data de lançamento, produtor, formação, faixas, singles da época e covers lançados para divulgação.

O livro foi confeccionado em papel couché de primeira qualidade e tem algumas fotos coloridas de divulgação da banda, de performances ao vivo, flyers, singles, etc.

Interessados nesse belíssimo relato podem fazer sua aquisição diretamente no site da Editora Denfire.

Up The Irons e boa leitura!

Ficha:
Título: Where Eagles Dare - Iron Maiden nos Anos 80 (original: Where Eagles Dare - Iron Maiden in the ´80s)
Autor: Martin Popoff
Páginas: 214
Idioma: português
Editora Denfire: editoradenfire.com

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.