Para os que respiram música assim como nós


Artigo

Black Sabbath: Interagindo com o obscuro com Gillan

Acessos: 37


Por: Fábio Arthur

17/11/2020

Após uma noite de bebedeiras e fracassos pessoais, o ex-Deep Purple Ian Gillan se juntou ao Sabbath. Agora a turma iria gravar com Ward um dos maiores discos de Heavy e talvez o mais odiado pelos americanos. 

O som se perdeu por problemas durante as gravações e isso todos já temos prévio conhecimento. A obra em época trouxe, além de alguns vídeos em programas de TV, alguns clipes para divulgação. Gillan se opôs a todos eles, mas enfim, havia dado trabalho durante toda a estadia na casa em que estavam.

A arte é linda, fenomenal, um bebê diabólico com cores nada luxuosas e as letras são temas reais, diabólicos e também de vida pessoal. Gillan cantou como nunca e mudou a cara da banda de vez, inverteu a linhagem Heavy mais branda e afundou o grupo com sua interpretação no gargalo do diabo.

Uma obra excepcional foi gerada, que tem todo meu respeito e de fato surge como favorita da discografia para este que vos escreve. Existem os que discordam, porém esse álbum é para quem curte Metal e não roqueiros, apenas.

Pena a fase ter sido tão curta.

As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor


Compartilhar

Comentar via Facebook

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.
Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito e aberto para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.