Para os que respiram música assim como nós


Artigo

Os últimos suspiros do Pink Floyd

Acessos: 79


Autor: Fábio Arthur

13/10/2020

O Floyd trouxe um complemento interessante em Endless River, seu último suspiro. De fato, muitos não entenderam a mensagem deixada pelo grupo na intenção de dizer adeus.

A banda resgatou elementos poderosos do verdadeiro progressivo e vocês podem conferir minha resenha com mais detalhes sobre o álbum aqui no 80 Minutos, onde explico a evolutiva de forma mais exata.

O maior e determinante para se elaborar esse disco e decidir encerrar o último capítulo da banda, foi realmente a vontade de remover as decepções do passado e voltar a fluir com obras já preestabelecidas do falecido Richard Wright. A arte de capa veio somente coroar a forma de como uma despedida excelente e fluente.

Um instrumental e alguns versos mínimos e assim abanda traz a chave de ouro de sua carreira em encerramento. A banda já não era tão forte como no passado, mas aqui traz a fonte maior de que muitos outros discos. Como fonte de exemplo, discos como "Momentary Lapse of Reason" e "More" dois complementos fora de questão e não chegam aos pés de "Endless River" e sua entonação forte e acima de média.

Mais do que um disco, um marco para o Pink Floyd, que optou por nos brindar com seus últimos suspiros.

Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor


Compartilhe:

Comente: